Votação de projeto que desburocratiza registro de pesquisas clínicas fica para o dia 8 de março

01/03/2016 - Saúde


Iniciativa é importante para que pacientes tenham a esperança de um tratamento que reduza o sofrimento e busque a cura das doenças, observou Ana Amélia

Votação de projeto que desburocratiza registro de pesquisas clínicas fica para o dia 8 de março

Ficou para a próxima semana, na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), a votação do projeto (PLS 200/2015) que desburocratiza uma parte fundamental do desenvolvimento de novos medicamentos: a pesquisa clínica. A informação foi destacada pela senadora Ana Amélia (PP-RS), durante discurso na tribuna, nesta terça-feira (1º).

O relatório sobre a proposta foi apresentado horas antes, mas houve pedido de vista coletiva. Ana Amélia afirmou que o projeto é importante e está em votação no momento em que país discute a fosfoetanolamina, substância desenvolvida por pesquisadores brasileiros e que está sendo chamada "pílula do câncer".

A pílula estaria tendo bons resultados em alguns tipos de câncer, mas ainda depende de pesquisa para que o uso possa ser regularizado.

— A pesquisa  médica de novos medicamentos é muito importante para que pessoas portadoras de câncer ou de outras doenças muito graves possam ter pelo menos a expectativa e esperança de um tratamento adequado para reduzir o seu sofrimento. Mas, especialmente, para tentar buscar a cura para essas doenças ou a convivência com a doença numa qualidade de vida apreciável — disse a senadora.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia destaca projeto para desburocratizar registro de pesquisas clínicas


Mais notícias:

18/12/2017
Projeto que agiliza pesquisa clínica avança na Câmara dos Deputados
O projeto que agiliza o processo de pesquisas clínicas no Brasil (PLS 200/2015) começa a tramitar na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. A matéria, de autoria da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) em conjunto com os senadores Waldemir Moka…

14/12/2017
Aprovada validade nacional para receitas de medicamentos
O projeto que dá validade nacional às receitas médicas e odontológicas de medicamentos foi aprovado em definitivo pelo Congresso Nacional no último dia 6. A iniciativa passou pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados e agora segue para sanção presidencial. A senadora Ana…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail