Votação de projeto que desburocratiza pesquisa clínica é adiada

23/11/2016 - Saúde


Projeto dos senadores Ana Amélia, Waldemir Moka e Walter Pinheiro cria marco regulatório para agilizar pesquisas clínicas no Brasil

Votação de projeto que desburocratiza pesquisa clínica é adiada

A votação do projeto de lei do Senado (PLS) 200/2015 na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) foi adiada após pedido de vistas por parte da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM). A iniciativa tem por objetivo criar um marco regulatório para análise e registro de novos medicamentos no tratamento do câncer, Alzheimer, diabetes e outras doenças. O projeto já foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT), chegando à CAS em caráter terminativo.

A senadora Ana Amélia (PP-RS), que é autora do projeto em conjunto com os senadores Waldemir Moka (PMDB-MS) e Walter Pinheiro (PT-BA) elogiou o relatório do senador Otto Alencar (PSD-BA) e lamentou a votação ter sido adiada. Ana Amélia lembrou que o tema havia sido amplamente discutido, inclusive com audiência pública naquela comissão. A parlamentar enfatizou ainda que enquanto o projeto não é votado, pacientes com câncer morrem no Brasil.

— O que fazemos quando demoramos para votar um projeto dessa importância é deixar morrer pessoas que tem esperança que as pesquisas possam dar a elas uma sobrevida. Qual o interesse que está por trás disso? — questionou a senadora. O projeto deve entrar na pauta da CAS na próxima semana.

O PLS 200/2015 pretende retirar o Brasil da incômoda posição de um dos países mais atrasados na aprovação de protocolos de pesquisas. Aqui, a demora é de pelo menos um ano, podendo chegar a 15 meses, enquanto em outros países varia de um mês a no máximo seis meses.

O assunto começou a ser debatido no Senado em março de 2014, após contato de paciente de câncer de pulmão de Ijuí (RS) com a senadora Ana Amélia. O exemplo do paciente Afonso Haas, 56 anos, motivou a realização de audiência pública com médicos, pesquisadores, representantes de entidades e do governo federal na CAS, onde ficou evidente a burocracia existente no Brasil nesse processo.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Votação do PLS 200 é adiada na CAS


Mais notícias:

6 de jun
Atuação do gabinete foi decisiva para garantir recursos para reforma de centro de tratamento de pacientes com câncer na região Noroeste
O Hospital de Caridade de Ijuí receberá R$ 800 mil para reformas e adequações no Centro de Alta Complexidade em Oncologia (CACON). Os recursos foram viabilizados com apoio da senadora…

Comissão aprova validade nacional para receitas de remédios controlados
As receitas de medicamentos controlados e manipulados poderão ter validade nacional. A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, nesta quarta-feira (6), o substitutivo da Câmara dos Deputados (SCD) 4/2018 ao Projeto de Lei do Senado 325/2012, que define validade em todo o território nacional…

30 de mai
Ana Amélia visita um dos maiores centros de pesquisa de medicamentos biológicos do mundo
A convite do Instituto Lado a Lado pela Vida, que representa os interesses dos pacientes de câncer e outras doenças, a senadora Ana Amélia visitou o MedImmune/Astrazeneca, um dos maiores centros de pesquisa de medicamentos biológicos do mundo.…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail