Veto presidencial ao fim do sigilo das operações do BNDES contraria transparência exigida pela sociedade, avalia Ana Amélia

22/05/2015 - Economia


Na opinião da senadora, balanço do banco não é suficiente para saber onde e como está sendo aplicado o recurso público

Veto presidencial ao fim do sigilo das operações do BNDES contraria transparência exigida pela sociedade, avalia Ana Amélia

O veto da Presidente da República, Dilma Rousseff, ao fim do sigilo das operações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) foi criticado por parlamentares. A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que o veto contraria a transparência que a sociedade exige.

— O balanço do banco não é suficiente para saber onde e como está sendo aplicado o recurso público que falta para segurança, saúde, transporte e educação — comentou a parlamentar.

O artigo vetado afirmava que "não poderá ser alegado sigilo ou definidas como secretas as operações de apoio financeiro do BNDES, ou de suas subsidiárias, qualquer que seja o beneficiário ou interessado, direta ou indiretamente, incluindo nações estrangeiras".

Atualmente, o banco pode se recusar a fornecer informações sob o argumento de que o contrato contém cláusula de sigilo.

No entendimento de Dilma, no entanto, o BNDES "já divulga em transparência ativa diversas informações a respeito de suas operações, tais como clientes, projetos e, no caso de operações internas, os valores contratados em cada empréstimo".

Aprovação dos parlamentares

Projeto apresentado pela senadora Ana Amélia quer garantir que os empréstimos de recursos brasileiros a governos estrangeiros passem pela aprovação do Senado. Atualmente, estão sujeitas à análise dos parlamentares apenas os financiamentos que contam com dinheiro direto do Orçamento da União. Com a proposta da progressista gaúcha, empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) também teriam de ser aprovados pelos senadores. O projeto de resolução (PRS 2/2014) está na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, pronto para ser votado.

Veto presidencial ao fim do sigilo das operações do BNDES contraria transparência exigida pela sociedade, avalia Ana Amélia



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

5 de out
Burocracia e taxa de juros são barreiras para pequenas e micro empresas
Sessão no Senado Federal, nesta quinta-feira (5), celebrou o Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. A senadora Ana Amélia (PP-RS), membro da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa, participou da cerimônia e reafirmou seu apoio a…

30 de set
Segmentos de joias, relógios e óptica inovam em plena crise
De 28 a 30 de setembro, os visitantes da Ajorsul Fair Mercoóptica conheceram as inovações que os setores de joias, relógio e óptica estão utilizando. A senadora Ana Amélia (PP-RS) participou do último dia da exposição, realizada em Gramado. Ao lado do presidente…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail