"Terceirização não pode perder de vista os direitos dos trabalhadores", comenta Ana Amélia

28/04/2015 - Geral


Senadora também condenou o plano de uso de recursos do FGTS para socorrer o BNDES


A senadora Ana Amélia (PP-RS) chamou atenção para a tramitação na Casa do projeto de lei da terceirização de mão de obra. Em sua opinião, o projeto tem que ser aprovado pelo Senado sem perder de vista a garantia dos direitos dos trabalhadores e a criação de novas vagas no mercado de trabalho. Ao citar estatísticas da crise econômica e seu efeito sobre o nível de emprego, Ana Amélia ressaltou que a terceirização requer um debate equilibrado e acima das disputas políticas e das vaidades pessoais.

— Tão importante quanto garantir os direitos dos trabalhadores, que são cláusulas pétreas, e o combate ao desemprego, é a reativação sustentável da economia e o combate à crise com a atração de mais investimentos e desenvolvimento da economia, ajudando na geração de empregos — afirmou a senadora.

Ana Amélia também condenou o plano de uso de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para socorrer o BNDES, considerando que o dinheiro do trabalhador não pode servir a empréstimos sem transparência.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia condena plano de uso de recursos do FGTS para socorrer o BNDES


Mais notícias:

12 de jan
Lei que prevê ‘critério de simplicidade’ em ações criminais é sancionada
Foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (10)  a Lei 13.603/2018 , que prevê o critério da simplicidade como orientador em ações de natureza criminal. A simplicidade pressupõe que os processos devem reunir materiais…

22/12/2017

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail