Sistema para oficializar regulamentação da lei dos free shops será concluído até fim do ano, informa Receita Federal

01/07/2015 - Economia


Senadora Ana Amélia participou da reunião com o secretário de Aduana, Ernani Argolo

Sistema para oficializar regulamentação da lei dos free shops será concluído até fim do ano, garante Receita Federal

O secretário de Aduana da Receita Federal, Ernani Argolo, confirmou nesta quarta-feira (1º), em reunião com parlamentares, prefeitos e lideranças de municípios de fronteira, que até o final do ano estará concluído o sistema de controle da cota de compras para que seja regulamentada a lei que autoriza a instalação de free shops nas cidades gêmeas no lado brasileiro. Ficou acertado que no dia 16 de outubro, em Foz do Iguaçu, será realizado um encontro com a presença dele, de técnicos da Receita Federal e de representantes de 26 municípios contemplados pela lei em todo o País para que sejam anunciados os detalhes finais do processo.

O encontro em Brasília reuniu a relatora da lei, senadora Ana Amélia (PP-RS), o deputado estadual Frederico Antunes (PP), o presidente do Parlasul, deputado Ciro Simoni (PDT), o autor do projeto, deputado federal Marco Maia (PT), o deputado federal Jeronimo Goergen (PP), o prefeito de Santana do Livramento, Glauber Lima (PT), o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira (PSB), o presidente da Associação Comercial de Santana do Livramento (Acil), Sérgio Oliveira e assessores. Participaram também o subsecretário-adjunto de Aduana, Luís Felipe Barros, e o coordenador Geral de Aduana, José Carlos de Araújo.

A regulamentação da lei é aguardada desde o fim de 2012, quando foi aprovado o projeto no Congresso Nacional e sancionada a lei pela Presidência da República. No encontro, o secretário da RF disse que o processo é mais complexo do que se imaginava, justificando a demora, mas ressaltou que os ajustes estão sendo finalizados para que o sistema de informatização do controle das compras esteja funcionando até o final do ano e a partir disso seja concluída a regulamentação.

A senadora Ana Amélia e o deputado Frederico Antunes destacaram a importância de agilizar o processo para beneficiar a economia de municípios como Santana do Livramento, gerando emprego e renda à população. O prefeito Glauber Lima também falou da expectativa positiva pela regulamentação.

— Além de gerar empregos diretos e indiretos, vai proporcionar um aumento do fluxo permanente de turistas. Portanto, só tem coisas positivas pra trazer para a nossa fronteira — salientou o prefeito.

No Rio Grande do Sul, além de Santana do Livramento, outras nove cidades estão contempladas pela lei: Chuí, Jaguarão, Porto Xavier, Aceguá, Barra do Quaraí, Itaqui, Quaraí, São Borja e Uruguaiana.

Sistema para oficializar regulamentação da lei dos free shops será concluído até fim do ano, garante Receita Federal



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25 de mai
Artigo no jornal NH:
Em artigo publicado no Jornal NH, de Novo Hamburgo, nesta quinta-feira (25), a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu que o governo reveja medidas que oneram setores importantes da economia brasileira. "O Brasil com 14 milhões de desempregados não dá direito ao governo para aumentar esse contingente com decisões…

Senado aprova MP que permite saque das contas inativas do FGTS
O Plenário do Senado aprovou, nesta quinta-feira (25), a Medida Provisória 763/2016, que permite o saque dos recursos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) sem a carência de três anos exigida pela lei.A senadora…

23 de mai
Irresponsabilidade da oposição penalizará 15 milhões de trabalhadores, alerta Ana Amélia
A promessa de líderes da oposição de que irão obstruir todas votações em protesto contra o governo penalizará 15 milhões de trabalhadores que ainda não efetuaram o saque das suas contas inativas do FGTS, alertou a senadora Ana Amélia (PP-RS)…

Governo vai analisar impactos da desoneração da folha no setor coureiro-calçadista
Em audiência nesta terça-feira (23), o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, solicitou ao presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, estudo sobre o impacto da desoneração da folha de pagamento no setor coureiro-calçadista. A…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail