Sessão solene do Congresso Nacional destaca o cooperativismo brasileiro

29/07/2015 - Economia


Vice-presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo, senadora Ana Amélia (PP-RS) é uma das autoras da homenagem

Sessão solene do Congresso Nacional destaca o cooperativismo brasileiro

Os 45 anos da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e o Dia Internacional do Cooperativismo serão homenageados em sessão solene do Congresso Nacional, na próxima terça-feira (4), às 10h. A iniciativa é do presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), e da vice-presidente da Frente, senadora Ana Amélia (PP-RS).

A parlamentar gaúcha tem sido grande defensora do setor durante o mandato, destacando o papel do sistema cooperativista na distribuição de renda e na qualidade de vida dos associados. A senadora é autora do PLS 40/2011, para autorizar o acesso dos bancos cooperativos aos recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para fins de concessão de crédito rural. A iniciativa já foi aprovada no Senado e atualmente tramita na Câmara dos Deputados, com o número PL 3.067/2011.

A parlamentar gaúcha também é autora do projeto (PLS 280/2014), para permitir a captação de recursos pelas cooperativas de crédito com os municípios, seus órgãos ou entidades e as empresas por eles controladas. O projeto atualmente está em análise pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado.

— Cooperativa é gestão democrática, inclusão social, sustentabilidade e solidariedade. Os cooperativados contribuem, decisivamente, para o desenvolvimento de nosso país — destacou a senadora no dia 4 de julho, quando ocorreu o Dia Internacional do Cooperativismo deste ano.

Nos últimos anos, o cooperativismo tem firmado sua participação e posição de destaque na economia do Brasil e na construção de uma sociedade mais justa com indicadores representativos. Hoje, o Sistema OCB representa mais de 6,8 mil cooperativas em todo o Brasil, divididas em 13 ramos de atuação, com mais de 11,5 milhões de associados e em torno de 340 mil empregos diretos. O número de cooperados mais que dobrou na última década – em 2002, eram 5,2 milhões de brasileiros agrupados em cooperativas.

Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas (na foto com a senadora), é necessário fazer com que o poder público compreenda melhor o funcionamento das cooperativas, consolidando ações efetivas para fortalecer o movimento.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

17 de abr
Modernização das leis trabalhistas é tema de debate promovido pelas federações das indústrias dos estados do Sul
No painel que debateu a modernização das leis trabalhistas, no 1º Fórum Sul Brasileiro de Relações do Trabalho, nesta segunda-feira (17), a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu o fim da contribuição sindical obrigatória para empresários e…

30 de mar
Sindicato apresenta estudo sobre impacto da correção das tabelas do Imposto de Renda na economia
Um estudo inédito realizado pelo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Rio Grande do Sul (Sescon-RS) e a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS) revela que, dos R$ 97 bilhões arrecadados pelo…

Ana Amélia pede agilidade na liberação de recursos do Proex
Em discurso na tribuna nesta quarta-feira (29), a senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou do governo mais agilidade em relação às operações do Programa de Financiamento às Exportações do Governo Federal (Proex). A morosidade nos processos tem prejudicado exportadores brasileiros, disse a parlamentar, lembrando…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail