Senadora pede investigação sobre folheto distribuído para atemorizar a população

30/03/2016 - Geral


"É o único jeito que eles sabem enfrentar as adversidades: mentindo e atacando", disse Ana Amélia

Senadora pede investigação sofre folheto distribuído para atemorizar a população

A senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou das autoridades investigação de responsáveis pelo teor de um folheto distribuído em Brasília e outras cidades com o objetivo de atemorizar a população contra a oposição ao governo da presidente Dilma Rousseff.

De acordo com Ana Amélia, no documento, supostamente elaborado pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), há a ameaça de que, caso seja aprovada a abertura do processo de impeachment da presidente da República, as estatais serão privatizadas e serão extintos direitos como o 13º salário, as multas por demissão, as horas-extras e ainda os beneficíos estabelecidos pelos Programas como o Bolsa-Família, o Prouni e o Pronatec.

— Mentem descaradamente como fizeram nas eleições, em 2014. Isso é uma intimidação. É o único jeito que eles sabem enfrentar as adversidades: mentindo e atacando — disse Ana Amélia em Plenário, nesta quarta-feira (30).


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia denuncia distribuição de panfletos para tentar intimidar brasileiros


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail