Senadora pede cumprimento da portaria que permite renegociação dos empréstimos para compra de caminhões

04/08/2015 - Economia


Caminhoneiros gaúchos informaram à senadora que a norma não estão sendo cumpridas

Ana Amélia pede cumprimento da portaria que permite renegociação dos empréstimos para compra de caminhões

Na tribuna, nesta terça-feira (4), a senadora Ana Amélia (PP-RS) relatou a reclamação que recebeu de caminhoneiros do Rio Grande do Sul em relação à portaria do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) que facilita a renegociação dos empréstimos da Agência Especial de Financiamento Industrial (Finame) destinados à compra de caminhões. Conforme informaram os caminhoneiros que fizeram contato com o gabinete, a medida não está sendo respeitada pelos bancos privados.

Segundo a senadora, devido à crise, houve queda no frete e na receita, por isso, muitos caminhoneiros não estão conseguindo pagar as parcelas do empréstimo. O transporte no estado está reduzido em 30% e a Associação Brasileira dos Caminhoneiros de Pelotas (RS), por exemplo, calcula que metade dos 400 associados está com dificuldades de pagar as prestações do Finame, disse Ana Amélia.

— A queda drástica do comércio, inclusive nas fronteiras do país, tem resultado em menor número de cargas para o transporte e, por isso, muitos caminhões estão com a atividade reduzida. Diversos caminhoneiros têm reclamado das limitações para o acesso ao crédito dos bancos mesmo após recorrer às instituições credenciadas, com toda a documentação em mãos e os critérios atualizados e regulamentados previstos na lei dos caminhoneiros — disse a senadora.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

16 de ago
Artigo no Correio do Povo: Justiça fiscal e benefício social
Em artigo no Correio do Povo, nesta terça-feira (15), a senadora Ana Amélia (P-RS) destacou a PEC que apresentou no Senado para que os estados uniformizem as alíquotas do ICMS sobre os produtos da cesta básica nacional. A proposta, avalia a parlamentar, é…

10 de jul
Má gestão dos governos petistas resulta em prejuízo para 220 mil trabalhadores e aposentados, lembra Ana Amélia
Até o fim do ano, 220 mil trabalhadores e aposentados das estatais terão descontos em seus salários ou benefícios sociais para arcar com o prejuízo da má gestão nos fundos de pensão nos governos petistas. A…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail