Senadora é contra PL que trata do abuso de autoridade

18/11/2016 - Geral


Na opinião da parlamentar, projeto poderá prejudicar a operação Lava Jato

Senadora Ana Amélia é contra PL que trata do abuso de autoridade

O projeto de lei sobre abuso de autoridade (PLS 280/2016) será debatido em duas sessões temáticas no Plenário, nos dias 23 de novembro e 1º de dezembro. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (16). As sessões têm as presenças confirmadas do juiz Sérgio Moro; do procurador-geral da República, Rodrigo Janot; e do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes.

A senadora Ana Amélia (PP-RS) já manifestou sua posição contra a matéria que modifica a lei de abuso de autoridades.

— Tenho receio de que esse projeto venha para abafar a Operação Lava Jato, que é um sopro de esperança para combater a impunidade e a corrupção no País, por isso sou contra — afirmou.

Depois das sessões temáticas, a votação da proposta está prevista, no Plenário, para o dia 6 de dezembro.

Fim do foro privilegiado

A senadora também reafirmou sua posição em defesa do fim do foro privilegiado para todas as autoridades de todos os poderes. A parlamentar disse que votará favorável à PEC 10/2013, em análise na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ).


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia é contra PL que trata do abuso de autoridade


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail