Senadora defende importância da prevenção em fórum sobre doenças cardiovasculares

29/09/2015 - Saúde


Ana Amélia participou de seminário realizado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida

Senadora defende importância da prevenção em fórum sobre doenças cardiovasculares

As doenças cardiovasculares são consideradas a primeira causa de mortes no país. O dado foi destacado nesta terça-feira (29), no 1º Fórum sobre as Doenças Cardiovasculares no Brasil – Siga Seu Coração, iniciativa do Instituto Lado a Lado pela Vida.

Participante da abertura do evento, a senadora Ana Amélia enfatizou que a prevenção é fundamental. Para a Senadora Ana Amélia, o papel do Instituto com a. Nesse sentido, o instituto desempenha papel importante com campanhas de conscientização, como o Setembro Vermelho, cor alusiva ao coração.

— Como senadora e como jornalista, eu não tenho dúvida que o papel de comunicar é fundamental nesse processo de prevenção. A nossa população é carente de informação e precisamos mudar esse cenário — declarou.

Também participaram dos debates de abertura a presidente do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marlene Oliveira, e os palestrantes convidados: o médico cardiologista e diretor-clínico do Hospital Alemão Osvaldo Cruz e integrante do Comitê Científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, Marcelo Sampaio, o médico cardiologista e diretor da Divisão de Pesquisa do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, Álvaro Avezum, e o médico cardiologista e intervencionista, Marcelo Queiroga.

— O nosso maior problema ainda é o fluxo de informações. Cerca de 40% das pessoas não sabem que 12/8 é a medida ideal para a pressão arterial. As pessoas ainda acham que o câncer mata mais que as doenças do coração, e isso não é verdade. Precisamos propagar essa informação — indicou Avezum.

Durante o debate sobre o “Panorama das Doenças Cardiovasculares no Brasil e no Mundo”, Sampaio, Queiroga e Avezum responderam a dúvidas da plateia, além de relembrarem sobre os fatores de risco.

— Parece ser repetitivo falar que o tabagismo, sedentarismo, hipertensão e obesidade são os principais atores que fomentam o desenvolvimento das doenças do coração, mas é preciso bater nessa tecla para que a sociedade possa entender a importância de controlar e combater esses inimigos do coração — alertou Marcelo Sampaio.

Com informações do Instituto Lado a Lado pela Vida

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

13 de jun
Demandas das Santas Casas e hospitais filantrópicos serão levadas ao Ministério da Saúde
Representantes da Confederação das Santas Casas de Misericórdia do Brasil (CMB) e da Associação Brasileira das Universidades Comunitárias (Abruc) estiveram no Senado em busca de apoio a projetos que fortalecem as instituições filantrópicas de saúde. O diretor da…

29 de mai
Projeto para combater fraudes no mercado de órteses e próteses é destacado em congresso jurídico da Abramge
No 2º Congresso Jurídico da Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge), nesta segunda-feira (29), em São Paulo, a senadora Ana Amélia (PP-RS) destacou o projeto de lei (PLS 17/2015) que apresentou no Senado para definir…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail