Se governo apostar na divisão da categoria para fragilizar movimento dos caminhoneiros, dará um tiro no pé, alerta senadora

25/05/2018 - Geral


Ana Amélia falou que governo precisa buscar imediatamente a interlocução com os movimentos que não se sentem representados

Se governo aposta na divisão da categoria para fragilizar movimento dos caminhoneiros, dará um tiro no pé, alerta senadora

A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) disse que o governo dará um tiro no pé se apostar na divisão da categoria para fragilizar o movimento dos caminhoneiros. O comentário foi feito na manhã desta sexta-feira (25), ao falar sobre o anúncio feito pelo governo de que a greve teria uma trégua, enquanto a maioria dos profissionais afirmava que a mobilização estava mantida.

A parlamentar acrescentou que o governo precisa buscar imediatamente a interlocução com os movimentos que não se sentem representados no acordo firmado com nove entidades do transporte rodoviário de cargas na noite anterior.

– Apostar na divisão pode ser um tiro no pé e um equívoco político muito grave, ampliando o caos no abastecimento. Então, o governo tem que ter muita cautela, porque está agora sob o fio da navalha. Precisa é responsabilidade, é urgência e emergência. Não pode esperar 24 horas. O Governo precisa imediatamente, porque o impacto do desabastecimento, agravando o problema na segurança de pessoas que não podem fazer cirurgia, vai além do impacto econômico – completou.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Governo dará tiro no pé se apostar na divisão da categoria para fragilizar movimento


Mais notícias:

25 de jan
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23 de jan
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail