Rodrigo Janot afirma que foi identificado responsável por vazamento das investigações sobre desvios no Pronaf no Rio Grande do Sul

26/08/2015 - Agricultura


Declaração do Procurador-Geral da República ocorreu em resposta a questão da senadora Ana Amélia, durante a sabatina do Senado nesta quarta-feira

Rodrigo Janot afirma que foi identificado responsável por vazamento das investigações sobre desvios no Pronaf no Rio Grande do Sul

O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, afirmou nesta quarta-feira (26) que já foi identificado o responsável pelo vazamento das investigações sobre desvios de recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no Rio Grande do Sul. A declaração de Janot ocorreu após questionamento da senadora Ana Amélia (PP-RS), durante a sabatina para recondução ao cargo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

A parlamentar gaúcha destacou a investigação conduzida pela Procuradoria-Geral da República e pela Polícia Federal em relação aos supostos desvios na concessão de financiamentos do Pronaf em Santa Cruz do Sul e Sinimbu, no Vale do Rio Pardo. Milhares de agricultores teriam sido prejudicados em um esquema que teria movimentado milhões de reais.

Ana Amélia enfatizou que as informações repassadas para a imprensa acabaram prejudicando as investigações, pois uma das pessoas citadas tinha foro privilegiado. Em seguida, a senadora perguntou a Janot se havia o reconhecimento do vazamento e qual a atitude da Procuradoria-Geral da República nesses casos.

— Em relação ao Rio Grande do Sul, foi instaurado inquérito que ainda corre sob sigilo, mas já temos identificada a pessoa que violou o sigilo profissional — declarou Janot, em referência às investigações em Santa Cruz do Sul e Sinimbu.

O Procurador-Geral da República ainda abordou de forma genérica os vazamentos, ressaltando que eles podem acontecer por diversos motivos. Entre eles, apontou casos em que os vazamentos são feitos com interesse de atacar a pessoa investigada e, em outros, para prejudicar a própria investigação. Por isso, destacou Janot, há necessidade de apurar quem são os responsáveis por divulgar essas informações de forma indevida.

Indiciamento

Na última semana, a Polícia Federal indiciou 14 pessoas no inquérito criminal que investiga as fraudes em financiamentos do Pronaf em Santa Cruz do Sul e Sinimbu. As investigações apontaram que os recursos desses empréstimos eram desviados por lideranças de uma associação de produtores rurais e teriam inclusive abastecido campanhas eleitorais.


Fonte: Assessoria de Imprensa


Janot confirma identificação de responsável por vazamento de investigação por desvio no Pronaf do Rio Grande do Sul


Mais notícias:

18 de abr
Ana Amélia faz apelo por reação do governo caso União Europeia restrinja compra de carne de frango
Em conversa com o ministro da Agricultura e manifestações na tribuna e na Comissão de Agricultura,  a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) fez um apelo para que o governo reaja à decisão da União Europeia de restringir…

17 de abr
Comissão de Agricultura do Senado promove audiência na Fenasoja, em Santa Rosa
A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado estará na Fenasoja, em Santa Rosa, no dia 27 de abril, para debater o tema “Segurança no campo: desafios para a produção”. O objetivo da reunião será apontar…

Os dados sobre o elevado nível da produção agrícola brasileira, chamados também de "big data do agro", aliados à proteção e preservação nativa, foram apontados como estratégicos para a definição de políticas da agricultura nacional pelo chefe da…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail