Renovado apoio para conclusão de obras no Hospital Escola da UFPel

12 de fev - Saúde


Ana Amélia visitou o local na companhia da superintendente do HEUFPel, Vera Silveira

Senadora renova apoio para conclusão de obras no Hospital Escola da UFPel

A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) encerrou a agenda desta segunda-feira (12), na Zona Sul do Estado, visitando as obras de expansão do Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HEUFPel), especializado no tratamento oncológico.

A parlamentar renovou à superintendente do HEUFPel, Vera Silveira, seu compromisso em apoiar o pedido de liberação de recursos do Ministério da Educação para conclusão das obras. Além de referência no atendimento médico 100% SUS da população pelotense e de 11 municípios da região sul do Estado, o Hospital Escola promove ensino, pesquisa e atividades de extensão com os alunos dos cursos de graduação em saúde da UFPel.

— Com essa unidade de atendimento, Pelotas terá um dos mais modernos centros para atender pacientes de câncer de toda a região — disse a senadora.

Lideranças do Progressistas de Pelotas, entre elas o presidente do diretório municipal, Claudio Montanelli, acompanharam a visita.

Senadora renova apoio para conclusão de obras no Hospital Escola da UFPel

Centro de Referência

O Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas, filial EBSERH, é um centro de referência na área de saúde, cem por cento SUS, que atende a 23 municípios da Zona Sul do RS, englobando uma população de 882 mil habitantes.

Visando melhorias em Oncologia, área em que o HE é referência, foi iniciada em novembro de 2016 a construção do Bloco 3 do novo Hospital Escola. Um espaço de 4.770 metros quadrados, distribuídos em três pavimentos, localizado junto à Faculdade de Medicina da UFPel.

— Cabe destacar que essa construção é de suma importância do ponto de vista estratégico do HE, uma vez que a maioria das atividades são desenvolvidas em prédios locados, a comunidade acadêmica e a sociedade em geral anseiam pela conclusão desse projeto para atender as necessidades assistenciais e de ensino — destacou a professora Vera.

Além das demandas referentes à Oncologia, o Bloco 3 contemplará também as necessidades de graduação e pós-graduação das áreas Multiprofissionais, incluindo Medicina, Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Terapia Ocupacional, Farmácia e Odontologia.


Com informações do site da UFPel


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

12 de nov
Sancionada lei que garante validade nacional para receitas de remédios controlados
As receitas de medicamentos controlados ou manipulados terão validade por todo o país. É o que estipula a Lei 13.732, de 2018, sancionada pelo presidente da República e publicada nesta no Diário Oficial da União.A nova lei tem origem…

6 de nov
Especialistas defendem testes genéticos para tratamento do câncer no SU
Médicos, pacientes e representantes da sociedade civil defenderam nesta terça-feira (6) o uso de testes genéticos para o diagnóstico e o tratamento de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Eles participaram de audiência pública da Comissão…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail