"Régua moral é a mesma para todos", diz Ana Amélia ao falar sobre Lula e Aécio

5 de jun - Geral


Senadora afirmou que decisões da Justiça não podem ser interpretadas como atos políticos

A senadora Ana Amélia (PP-RS) criticou, nesta segunda-feira (05), o discurso da oposição de que um eventual impedimento de Luiz Inácio Lula da Silva candidatar-se em 2018 será violência à democracia. O ex-presidente da República é réu em cinco ações penais. Se for condenado em segunda instância fica inelegível pela Lei da Ficha Limpa. A parlamentar gaúcha ressaltou que um ato jurídico não é uma decisão política.

— No Estado democrático de direito temos que respeitar as decisões da Justiça. Senão, não precisaríamos ter Justiça. Para que Justiça se nós defendemos que os nossos não têm defeitos, que os nossos aliados não têm pecado, que os nossos aliados não cometem crimes? — disse.

Em discurso na tribuna, a senadora Ana Amélia reiterou que a mesma regra vale para o senador afastado Aécio Neves, denunciado pela Procuradora Geral da República por corrupção e obstrução da justiça após delação dos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS.

— A mesma régua que usei para cassar o mandato do Senador Demóstenes eu usei para cassar o mandato do Senador Delcídio do Amaral; e, se vier aqui um pedido de cassação do mandato do Senador Aécio Neves, usarei a mesma régua. Se puder provar a sua inocência, muito bem; se não puder, tem que pagar pelos seus erros — afirmou Ana Amélia...


Fonte: Assessoria de Imprensa


Régua moral é a mesma para todos, diz Ana Amélia ao falar sobre Lula e Aécio


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail