Projeto para evitar fraudes na comercialização de órteses e próteses é destacado em Fórum de Cooperativismo Médico

29/06/2016 - Saúde


Senadora Ana Amélia participou do evento promovido pelo Conselho Federal de Medicina

Projeto para evitar fraudes na comercialização de órteses e próteses é destacado em Fórum de Cooperativismo Médico

Foi realizado nesta quarta-feira (29), o  7º Fórum Nacional de Cooperativismo Médico, promovido pelo Conselho Federal de Medicina. A senadora Ana Amélia (PP-RS) participou da abertura, a convite do presidente da entidade, Carlos Vital Tavares Corrêa Lima.

Um dos temas em debate trata da regulamentação do mercado de órteses e próteses. Em sua fala, a senadora lembrou projeto, de sua autoria, estabelecendo regras nesses procedimentos, altamente judicializados.

— A iniciativa objetiva criar regras claras na comercialização de órteses e próteses, evitando fraudes e punindo quem cometer esse tipo de crime que lesa médicos honestos, instituições hospitalares, o SUS, pacientes e a própria credibilidade do sistema — explicou a senadora.

A matéria tramita no Senado e aguarda análise de requerimento do senador Humberto Costa (PT-PE), que pediu apensamento desse projeto à outra iniciativa. A senadora Ana Amélia já conversou com o colega para que haja uma decisão breve para não prejudicar o andamento do projeto.

 O evento, que reuniu médicos de todo o país, contou ainda na mesa de abertura com as presenças do presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), Florentino Cardoso, do presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras, Marcio Lopes de Freitas, do coordenador da Comissão de Cooperativismo do CFM, José Hiran da Silva Gallo, e do vice-presidente da Unimed, Orestes Pullin.

Projeto para evitar fraudes na comercialização de órteses e próteses é destacado em Fórum de Cooperativismo Médico

Projeto para evitar fraudes na comercialização de órteses e próteses é destacado em Fórum de Cooperativismo Médico



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

17 de ago
Ministério da Saúde libera R$ 3 milhões para a Santa Casa de Rio Grande
O Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira (17) portaria autorizando o repasse de R$ 3 milhões para a Santa Casa do Rio Grande. Com o valor, a instituição de saúde poderá quitar parte da…

15 de ago
Gestores têm de saber a relevância do trabalho das santas casas, afirma senadora
Na abertura do 28° Congresso Nacional das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos, nesta quarta-feira (15), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), destacou que as instituições de saúde não podem ser penalizadas com legislações ou ações que inviabilize…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail