Projeto da senadora Ana Amélia institui voto impresso para auditoria das eleições

01/06/2015 - Geral


Senador Ronaldo Caiado é o relator da iniciativa na Comissão de Constituição e Justiça do Senado

Projeto da senadora Ana Amélia institui voto impresso para auditoria das eleições

Possibilitar a auditoria do resultado da eleição é o objetivo do projeto (PLS 406/2014), de autoria da senadora Ana Amélia (PP-RS), que tramita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. A iniciativa prevê a implantação de mecanismo para impressão do voto da urna eletrônica para que o eleitor possa conferir e, depois, depositá-lo em uma urna física.

Conforme o projeto, a impressão do voto se dará em um número suficiente de urnas nos estados e municípios, de modo a garantir uma aferição adequada. Desta forma, após as eleições, em caso de dúvida sobre o resultado ou problemas nas urnas, será possível verificar, por amostragem, o desempenho das urnas eletrônicas.

Ana Amélia apresenta três razões para a apresentação da proposta. Em primeiro lugar, a persistência de boatos, ao final de cada eleição, a respeito de fraudes, que mesmo sem comprovação, aumentam a desconfiança do eleitor. A parlamentar também cita manifestações recentes de professores da Universidade de Brasília (UnB), que afirmam ter conseguido violar o sistema que comanda as urnas, demonstrando suas vulnerabilidades tanto no que se refere ao sigilo do voto quanto a tentativas de manipulação. A senadora acrescenta que "não se deve confiar cegamente num sistema, uma vez que todos são, por definição, falíveis".

— Qualquer sistema eletrônico de votação utilizado deve prever mecanismos de auditoria. Esses mecanismos estão ausentes na forma como a urna é utilizada hoje — afirma Ana Amélia.

O senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) é o relator do projeto na CCJ.

Facebook

Em postagem sobre o tema no Facebook da senadora Ana Amélia (http://ow.ly/NJPGN), houve grande repercussão. Em cinco dias, foram 32 mil compartilhamentos, 10,5 mil curtidas e 1,1 mil comentários, amplamente favoráveis sobre a necessidade da impressão dos votos para garantir a possibilidade de conferir o resultado das eleições quando houver dúvida ou problema nas urnas eletrônicas.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25 de jan
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23 de jan
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail