Prefeitos gaúchos solicitam ao ministro da Saúde flexibilização das UPAs 24h

05/10/2017 - Saúde


Ricardo Barros adiantou que apresentará recurso ao TCU

Prefeitos gaúchos solicitam ao ministro da Saúde flexibilização das UPAs 24h

A falta de recursos para manter UPAs 24h em diversos municípios gaúchos preocupa os novos gestores que precisam cumprir contratos assinados por seus antecessores sem ter recursos para manter o padrão das unidades. Nesta quinta-feira (05), a senadora Ana Amélia (PP-RS), o presidente da Famurs, Salmo Dias, e prefeitos de municípios que estão passando por essa dificuldade levaram a situação ao ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O ministério já havia entrado com recurso no Tribunal de Contas da União para tentar flexibilização, negada pela corte. Na reunião, Ricardo Barros adiantou que apresentará novo recurso.

Ana Amélia ponderou, a exemplo do que ocorreu em alguns municípios, que os gestores municipais apresentem a grave situação ao Ministério Público Estadual, para que, com Termo de Ajustamento de Conduta possam colocar as UPAs em funcionamento nas condições ajustadas à sua realidade.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

17 de ago
Ministério da Saúde libera R$ 3 milhões para a Santa Casa de Rio Grande
O Ministério da Saúde publicou nesta sexta-feira (17) portaria autorizando o repasse de R$ 3 milhões para a Santa Casa do Rio Grande. Com o valor, a instituição de saúde poderá quitar parte da…

15 de ago
Gestores têm de saber a relevância do trabalho das santas casas, afirma senadora
Na abertura do 28° Congresso Nacional das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Filantrópicos, nesta quarta-feira (15), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), destacou que as instituições de saúde não podem ser penalizadas com legislações ou ações que inviabilize…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail