Prefeito de Bento Gonçalves demonstra preocupação sobre a importação de insumos de bebidas

12/01/2016 - Agricultura


Presidente da CRA, senadora Ana Amélia recebeu Guilherme Pasin no gabinete, em Brasília, nesta terça-feira (12)

Prefeito de Bento Gonçalves demonstra preocupação sobre a importação de insumos de bebidas

Em visita à senadora Ana Amélia (PP-RS), em Brasília, nesta terça-feira (12), o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (PP), destacou a preocupação em relação à possibilidade de importação de concentrado de uva e de vinho a granel. Segundo ele, setores da indústria tem pressionado pela autorização da entrada desse tipo de produto no país, o que traria prejuízo à cadeia vitivinícola brasileira e comprometeria a atividade de milhares de produtores rurais.

Presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, Ana Amélia destacou que o setor já vem perdendo competitividade com o aumento de tributos e que esse tipo de importação seria prejudicial ao setor vitivinícola. Após a reunião com o prefeito Pasin, Ana Amélia conversou por telefone com a secretária de Relações Internacionais do Agronegócio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Tatiana Palermo.

Tatiana informou que o Regulamento Vitivinícola do Mercosul proíbe importação a granel de bebidas ou sucos. O produto deve ser envasado e comercializado em embalagens de até cinco litros. A secretária de Relações Internacionais ressaltou ainda que o Ministério da Agricultura está informado sobre a superprodução de uva na Argentina, mas que manterá a posição vigente em relação à importação de insumos no setor de bebidas. Para Ana Amélia, não há intenção de rever o que está estabelecido em lei, o que é uma boa notícia aos produtores gaúchos.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

23 de jun
Censo Agropecuário 2017 é lançado no Rio Grande do Sul
O Censo Agropecuário 2017 do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) foi lançado no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (23), em evento na Emater/RS-Ascar. Em todo o Brasil, 26 mil profissionais visitarão 5,3 milhões de propriedades rurais, sendo 425 mil no…

13 de jun
CAE pode votar projeto que facilita a renegociação do crédito rural
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) deverá votar nas próximas semanas matéria que institui um procedimento menos burocrático para a renegociação do crédito rural. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 354/2014, que estabelece regras para que agricultores inadimplentes possam renegociar suas…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail