Pena para crime de contrabando pode chegar a 20 anos

03/02/2017 - Geral


Projeto foi apresentado em conjuntos pelos senadores Raimundo Lira e Ana Amélia

Projeto da senadora Ana Amélia aumenta pena para contrabando

Projeto apresentado no Senado aumenta a pena de contrabando. O texto prevê um máximo de 20 anos, enquanto a pena atualmente pode chegar a 10 anos. O argumento é de que as penas atuais não são suficientes para coibir a prática desse crime, que consiste em importar mercadorias proibidas no país.

O texto (PLS 85/2016), dos senadores Ana Amélia (PP-RS) e  Raimundo Lira (PMDB-PB) , prevê a pena de 5 a 15 anos para o crime de contrabando. A pena pode ser aumentada de um sexto a um terço se o crime envolve transporte aéreo, marítimo ou fluvial, o que leva a um máximo de 20 anos. Atualmente, a pena é bem menor, de dois a cinco anos, mas o aumento é maior: a pena é contada em dobro se o contrabando for feito por transporte aéreo, marítimo ou fluvial, o que leva a um tempo máximo de dez anos.

A decisão da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) é terminativa, o que significa que o texto não precisa passar pelo plenário se não houver recurso com esse fim. Se aprovado, o projeto ainda precisará ser analisado pela Câmara dos Deputados.

Para Ana Amélia e Raimundo Lira, o contrabando deve ser reprimido e combatido com mais eficiência porque é nocivo, ao mesmo tempo, ao erário, às empresas brasileiras e aos consumidores.

— Com o contrabando, perde o Estado, que deixa de arrecadar tributos; perdem as empresas brasileiras, porque sofrem concorrência extremamente desleal; perdem também, consequentemente, os empregados dessas empresas, porque postos de trabalho são colocados em risco; por fim, perdem os consumidores, porque sujeitos a adquirir produtos falsificados, que podem fazer mal à saúde — afirmaram na justificativa do texto.

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

15 de jun
Ana Amélia visita Comando Militar do Sul
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) visitou, nesta sexta-feira (15), o general Geraldo Antônio Miotto, comandante do Comando Militar do Sul (CMS), para retribuir a acolhida que teve na Amazônia quando ele comandou o Exército naquela região. No encontro, em Porto Alegre, a senadora e o general conversaram…

Senadora reafirma apoio a projeto que aumenta destinação de recursos para educação especial
Em roteiro pelo Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (15), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) participou de encontro com dirigentes da Federação das APAEs do Rio Grande do Sul (FEAPAEs), professores e alunos, prefeito Leonardo Pascoal, vereadores e lideranças na…

Extensão da BR 448 é principal demanda de empreendedores de Esteio
A extensão da BR 448 até a RS 240, em Portão, foi a principal demanda apresentada pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Esteio (Acise Esteio), pela CICS de Portão e outras entidades empresariais dos municípios vizinhos na reunião…

14 de jun
Nova diretoria do Sescon-RS é empossada
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) participou da cerimônia de posse da nova diretoria do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do RS (Sescon-RS) nesta quinta-feira (14). A entidade será dirigida por Celio Luiz Levandovski, que assume a presidência da entidade no lugar de Diogo Chamun. A nova…

Novo Ministro da Defesa recebe senadora Ana Amélia
Em reunião com o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna, nesta quinta-feira (14), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) comunicou que é relatora de Ciência, Tecnologia e Comunicações na Comissão Anual do Orçamento, área importante para investimento nos programas militares. Na conversa, o…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail