Pecuaristas de Mato Grosso pedem apoio de senadores para a defesa agropecuária

12/11/2015 - Agricultura


Audiência pública, presidida pela senadora Ana Amélia,

Pecuaristas de Mato Grosso pedem apoio de senadores para a defesa agropecuária

Os produtores de Mato Grosso que participaram, nesta quinta-feira (12), de audiência pública na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), presidida pela senadora Ana Amélia (PP-RS), reclamaram aos senadores da situação da defesa agropecuária. Eles pediram uma vigilância maior nas fronteiras e mais fiscalização nas divisas estaduais, para evitar o surgimento, por exemplo, de focos de febre aftosa.

O Brasil tem mais de 212 milhões de cabeças de gado, é o maior exportador do mundo e o Mato Grosso possui o maior rebanho: 28 milhões. A carne abastece cerca de 50 segmentos industriais e movimenta sete milhões de empregos diretos no País. Mas, na opinião dos debatedores, o segmento poderia ser ainda mais significativo para a economia, se algumas medidas fossem tomadas.

A precariedade no setor de transportes também foi citada pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat). Mário Cândia, conselheiro fiscal da entidade, se queixou que ainda existem rodovias federais (BRs) sem pavimentação no estado.

— Estamos acostumados com tanta estrada ruim que a estrada que não tem buraco, para nós, já é uma estrada boa. Mas a qualidade de uma estrada não está ligada ao estado do pavimento. Teríamos que ter terceira faixa, algumas rodovias já duplicadas em nosso estado, por exemplo.

O senador Blairo Maggi (PR-MT) foi quem apresentou o requerimento para realização da audiência pública. Ele avaliou que é importante dar voz a um segmento estratégico para o Brasil e para o seu estado.

— Gera bilhões de reais na nossa balança comercial, em ocupação de área é maior atividade no estado, que supera em muito a agricultura e tem milhares de pequenos produtores. Quando a gente fala de agricultura e pecuária, só se pensa nos grandes. Mas não, é uma atividade onde temos, predominantemente, pequenos produtores.

Para a senadora Ana Amélia, presidente da CRA, a audiência foi ilustrativa sobre a dificuldade enfrentada em todo o país em relação à defesa agropecuária. A parlamentar ressaltou que a fiscalização eficiente garante a sanidade animal e a qualidade da carne bovina, que é oferecida tanto ao consumidor brasileiro quanto ao mercado estrangeiro.

A Comissão de Agricultura e Reforma Agrária também aprovou nesta quinta-feira as emendas do colegiado ao Plano Plurianual de 2016 a 2019 (PLN 6/2015).


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

Hoje
Censo Agropecuário 2017 é lançado no Rio Grande do Sul
O Censo Agropecuário 2017 do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) foi lançado no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (23), em evento na Emater/RS-Ascar. Em todo o Brasil, 26 mil profissionais visitarão 5,3 milhões de propriedades rurais, sendo 425 mil no…

13 de jun
CAE pode votar projeto que facilita a renegociação do crédito rural
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) deverá votar nas próximas semanas matéria que institui um procedimento menos burocrático para a renegociação do crédito rural. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 354/2014, que estabelece regras para que agricultores inadimplentes possam renegociar suas…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail