Parlamentares buscam apoio para recompor quadro da Anvisa

5 de abr - Geral


De acordo com a agência reguladora, 23% dos funcionários poderão se aposentar neste ano

Parlamentares buscam apoio para recompor quadro da Anvisa

As senadoras Ana Amélia (PP-RS) e Marta Suplicy (PMDB-SP), presidente da Comissão de Assunto Sociais (CAS), conversaram com o ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Dyogo Oliveira, nesta quarta-feira (5), sobre a necessidade de recompor o quadro de servidores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com dados agência reguladora, em 2016, o déficit de funcionários públicos era de 697 profissionais. Deste quantitativo, 457 são especialistas em regulação e vigilância, 68 analistas administrativos, 48 técnicos em regulação e vigilância sanitária e 124 técnicos administrativos.  

A Anvisa atua na proteção da saúde da população, por intermédio do controle da produção e consumo de produtos e serviços submetidos à vigilância sanitária – como medicamentos e defensivos agrícolas –, bem como o controle de portos, aeroportos, fronteiras e recintos alfandegados.

No encontro com o ministro Dyogo Oliveira, as parlamentares também alertaram para a quantidade de servidores que poderão se aposentar até o fim de 2017. A Anvisa informa que 430 servidores já têm condições de se aposentar. E, até dezembro, outros 463 servidores terão completado todos os requisitos para obter uma aposentadoria com o máximo de remuneração.

Caso esses números se confirmem, a Anvisa perderá, em 2017, 23% de sua força de trabalho – um cenário que poderá atingir os 30% até 2020.


Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail