Nota da senadora Ana Amélia em defesa do impeachment e da saída do PP do governo

06/04/2016 - Geral


Parlamentar gaúcha reafirma sua posição e defende a devolução imediata de todos os cargos

Nota da senadora Ana Amélia em defesa do impeachment e da saída do PP do governo


Brasília, 6 de abril de 2016

Nota informativa

Sobre as decisões anunciadas nesta quarta-feira pela presidência nacional do Partido Progressista, esclareço que mantenho meu posicionamento pelo afastamento do PP do governo liderado pelo PT, com a devolução imediata dos cargos. Essa foi a posição tomada por 26 parlamentares em documento entregue, recentemente, ao presidente da sigla, senador Ciro Nogueira.

Reafirmo meu posicionamento em defesa do impeachment da Presidente da República, Dilma Rousseff, em tramitação na Câmara dos Deputados. Defendo que essa seja a atitude adotada pelos parlamentares do PP.

Sobre as decisões do presidente do PP, entendo que o foro adequado para essa deliberação é a convenção nacional, com a presença dos membros do diretório, espalhados por todo o País, e que representam o anseio das bases.

Reitero meu posicionamento em defesa do impeachment e pela definição, como exige o estatuto partidário, de uma data para a convenção, visando uma decisão que represente a vontade da maioria.

Senadora Ana Amélia

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail