“Não podemos admitir ameaças e incitação à violência”, alerta Ana Amélia ao comentar discurso de lideranças do PT

27/06/2017 - Geral


Senadora criticou ameaças de dirigentes da sigla caso ocorra a condenação de Lula no caso do tríplex

“Não podemos admitir ameaças e incitação à violência”, defende Ana Amélia

A senadora Ana Amélia (PP-RS) criticou o discurso de lideranças petistas e a nota oficial do partido dizendo que não aceitará sentença do juiz Sérgio Moro pela condenação do ex-presidente Lula. De acordo com a parlamentar gaúcha, Lula recebe tratamento de um “ ídolo intocável que ninguém pode falar ou dizer alguma coisa”.

Além da nota do diretório nacional, dizendo que a "militância segue atenta e mobilizada para, junto com outros setores da sociedade brasileira, dar a resposta adequada para qualquer sentença que não seja a absolvição completa e irrestrita de Lula", foi divulgada nota do PT do Rio de Janeiro pregando confronto popular aberto nas ruas.

— Não podemos admitir que parlamentares do PT façam ameaças e incitação à violência caso Lula seja condenado pelo juiz Sérgio Moro no caso do tríplex. Ninguém está acima da lei. As instituições e a democracia precisam ser respeitadas. O Brasil não é uma Venezuela — afirmou.

Ana Amélia defendeu um “Estado plural e de democracia de fato e de direito”. Segundo a parlamentar, as decisões da justiça têm de ser respeitadas e os descontentes com a sentença devem recorrer às instâncias superiores. 


Fonte: Assessoria de Imprensa


O Brasil não é a Venezuela, alerta Ana Amélia ao comentar ameaças feitas por lideranças do PT


Mais notícias:

25 de jan
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23 de jan
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail