Na Marcha dos Vereadores, senadora defende propostas para resolver a crise federativa

19/08/2015 - Geral


Cerca de mil legisladores de todo o País acompanharam a fala de Ana Amélia na manhã de quarta-feira

Na Marcha dos Vereadores, senadora defende propostas para resolver a crise federativa

Cerca de 1,4 mil legisladores de todo o País lotaram o auditório do Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, na manhã desta quarta-feira (19), e acompanharam a participação da senadora Ana Amélia (PP-RS) na Marcha dos Vereadores 2015. O evento é promovido pela União dos Vereadores do Brasil (UVB), presidida por Gilson Conzatti, de Iraí.

O Pacto Federativo, assunto que tem recebido enorme atenção da senadora Ana Amélia no mandato, foi um dos temas centrais do evento. A parlamentar gaúcha, em  sua fala, destacou a necessidade de encontrar uma fórmula para acabar com o grande desequilíbrio existente hoje entre os entes da federação em função da injusta repartição dos recursos. A União fica com 60%, enquanto Estados e municípios recebem 25% e 15%, respectivamente.

— Toda mobilização é uma forma de mostrar a crise que a federação está vivendo. A concentração da arrecadação está nas mãos da União, mas é preciso levar em conta que as pessoas vivem, trabalham, empreendem e estudam nos municípios — disse Ana Amélia.

A senadora salientou a importância da criação, no Senado, da Comissão de Aprimoramento do Pacto Federativo, na qual é coordenadora de finanças municipais. O grupo ouviu governadores e prefeitos e listou as prioridades para melhorar a relação entre os entes federativos. Uma das principais propostas apresentadas é a PEC 84/2015, de autoria da senadora gaúcha, que impede a criação de programas pelo governo federal sem que seja apontada a fonte de recursos. A iniciativa deverá ser votada ainda em agosto pela Casa.

Na Marcha dos Vereadores, senadora defende propostas para resolver a crise federativa

Vereadores presentes ao encontro manifestaram apoio a outro projeto da senadora. O PLS 368/2012, fundamental para dezenas de municípios brasileiros, que acrescenta dois parágrafos ao Código Florestal para tratar das Áreas de Preservação Permanente (APPs) em espaços urbanos, permitindo que municípios determinem a largura das faixas das áreas marginais a cursos d’água. A matéria já foi aprovada nas Comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) e está sob a relatoria do senador Roberto Rocha (PSB-MA), na Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle.

Após a sua fala, Ana Amélia conversou e atendeu vereadores de várias regiões do País, atendendo a pedido de fotos e falando sobre o seu trabalho em defesa da revisão do Pacto Federativo. Por dois anos, a senadora gaúcha presidiu a Subcomissão de Assuntos Municipais do Senado, onde conseguiu a importante aprovação da PEC 39, que garantiu, já a partir deste ano, aumento de 1% nos recursos destinados ao Fundo de Participação dos Municípios. O incremento de recursos para 2015 e 2016, dessa forma, deverá superar R$ 5 bilhões.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa



Mais notícias:

9 de nov
“Criminosos que destruíram fazenda na Bahia têm que responder pelos 100 desempregados”, defende Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) leu nesta quinta-feira (9), no Plenário do Senado, uma carta que recebeu de Rogério Aranibar, funcionário do grupo Igarashi cuja planta, em Correntina, no Oeste da Bahia, foi destruída por criminosos…

8 de nov
Congresso derruba um veto de Temer e mantém outros três
O Congresso rejeitou nesta quarta-feira (8) o veto do presidente Michel Temer a uma lei que convalida incentivos concedidos a empresas pelos governos estaduais. Outros três vetos foram mantidos pelos parlamentares, e cinco serão votados em nova sessão conjunta, marcada para dia 22…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail