MP garantindo recursos para o pagamento do Fies é a melhor alternativa emergencial contra agravamento da crise nas universidades

07/10/2016 - Educação


Medida é importante para cerca de 50 mil estudantes gaúchos

MP garantindo recursos para o pagamento do Fies é a melhor alternativa emergencial contra agravamento da crise nas universidades

Em discurso nesta quinta-feira (6), a senadora Ana Amélia (PP-RS) reclamou que a desorganização da base aliada e o bom trabalho da oposição impediram que o Congresso Nacional votasse o projeto que libera dinheiro para o Ministério da Educação quitar dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), junto a instituições de ensino superior privadas.

Para a senadora, foi lamentável ficar até às 3h da madrugada desta quinta-feira no Congresso, e sair sem votar esse projeto que é muito importante para 2 milhões de universitários, cerca de 50 mil deles no Rio Grande do Sul.

A senadora defendeu a sugestão do presidente do Senado, Renan Calheiros, para o governo editar medida provisória para acelerar a liberação dos recursos do Fies.

— Essa é a melhor solução para evitar o agravamento da crise nas instituições comunitárias de ensino superior ante à impossibilidade de votar o PLN 8 na sessão do Congresso — completou a senadora.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Governo deverá anunciar MP garantindo recursos para pagar Fies


Mais notícias:

5 de abr
Edital para implementação do curso de medicina em Ijuí é tema de audiência no Ministério da Educação
Será concluído em até dez dias o processo para contratação do edital referente à implementação do curso de medicina em três municípios brasileiros, entre eles Ijuí, no Rio Grande do Sul. A informação foi…

15 de mar
Ana Amélia defende caráter filantrópico de instituições comunitárias de ensino
A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse esperar que não prospere a ideia do relator da Reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, Arthur Maia (PPS-BA), de retirar o caráter filantrópico de instituições comunitárias de ensino e de saúde. Se isso acontecer, essas instituições…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail