Moradores da zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo

29/11/2017 - Agricultura


Projeto foi aprovado na CCJ do Senado com voto favorável da senadora Ana Amélia

Moradores de zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (29) a autorização para posse de arma de fogo na zona rural. A proposta, apresentada pelo senador Wilder Morais (Progressistas-GO), que modifica o estatuto do desarmamento (Lei 10.826/2003), teve 11 votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção. 

A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas-RS)  votou pela aprovação do projeto. A parlamentar lembrou que a violência na área rural tem aumentando extraordinariamente e o pequeno agricultor, que não pode fazer uso de arma, fica impedido de proteger seus familiares. 

— O produtor, que mora longe da zona urbana, fica refém de criminosos armados, e deve ter o direito de se defender — cobrou.

Se não for apresentado recurso para votação pelo Plenário do Senado, o PLS 224/2017 será enviado diretamente à Câmara dos Deputados.


Exigências
A proposição impõe algumas condições para os residentes na zona rural conquistarem o direito. Além de serem maiores de 21 anos, os interessados precisarão apresentar documento de identificação pessoal, comprovante de moradia e atestado de bons antecedentes.

Essas três exigências já são feitas para quem mora na zona rural e atua como caçador para prover a subsistência de sua família. Mas, nesse caso, o Estatuto do Desarmamento estipula a idade mínima de 25 anos para o caçador de subsistência ter o porte de arma concedido pela Polícia Federal. 

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Moradores de zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo


Mais notícias:

11/12/2018
Senado aprova novo limite para compra de leite de pequenos agricultores
O Plenário aprovou emenda da Câmara dos Deputados ao projeto que estabelece um novo limite de aquisição de leite no âmbito do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do governo federal (ECD 1/2018). Conforme o texto aprovado, o limite mínimo passa a…

05/12/2018
Aprovada urgência para projeto que garante compra mínima de leite de agricultores familiares
O Plenário vota na próxima terça-feira (11) o projeto que obriga o governo federal a realizar compras mínimas de leite produzido por agricultores familiares. O texto em pauta assegura a aquisição de pelo menos 35 litros por dia. O autor…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail