Moradores da zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo

29/11/2017 - Agricultura


Projeto foi aprovado na CCJ do Senado com voto favorável da senadora Ana Amélia

Moradores de zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (29) a autorização para posse de arma de fogo na zona rural. A proposta, apresentada pelo senador Wilder Morais (Progressistas-GO), que modifica o estatuto do desarmamento (Lei 10.826/2003), teve 11 votos favoráveis, cinco contrários e uma abstenção. 

A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas-RS)  votou pela aprovação do projeto. A parlamentar lembrou que a violência na área rural tem aumentando extraordinariamente e o pequeno agricultor, que não pode fazer uso de arma, fica impedido de proteger seus familiares. 

— O produtor, que mora longe da zona urbana, fica refém de criminosos armados, e deve ter o direito de se defender — cobrou.

Se não for apresentado recurso para votação pelo Plenário do Senado, o PLS 224/2017 será enviado diretamente à Câmara dos Deputados.


Exigências
A proposição impõe algumas condições para os residentes na zona rural conquistarem o direito. Além de serem maiores de 21 anos, os interessados precisarão apresentar documento de identificação pessoal, comprovante de moradia e atestado de bons antecedentes.

Essas três exigências já são feitas para quem mora na zona rural e atua como caçador para prover a subsistência de sua família. Mas, nesse caso, o Estatuto do Desarmamento estipula a idade mínima de 25 anos para o caçador de subsistência ter o porte de arma concedido pela Polícia Federal. 

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Moradores de zona rural podem ter autorização para posse de arma de fogo


Mais notícias:

14 de ago
CNA apresenta projeto para impulsionar setores estratégicos
Na visita da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) à Confederação Nacional da Agricultura (CNA), nesta terça-feira (14), o presidente João Martins apresentou projetos para incrementar setores estratégicos da pecuária. Entre eles, o plano para tornar o Brasil um exportador de leite em pó. Ele informou que está…

7 de ago
Entidades ligadas à agricultura debatem MP com senadores
Agricultores familiares, filiados à Contag e Fetraece, foram recebidos pelo presidente do Senado, Eunício de Oliveira, nesta terça-feira (07) pedindo cuidado na análise da Medida Provisória (MP) 842/2018. A medida concede rebate para liquidação de operações de crédito rural do Pronaf. A senadora Ana Amélia…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail