Ministra da Agricultura recebe senadores e representantes da cadeia do cacau

17/06/2015 - Agricultura


Presidente da Comissão de Agricultura do Senado, Ana Amélia participou da reunião com a ministra Kátia Abreu

Ministra da Agricultura recebe senadores e representantes da cadeia do cacau

Representantes da cadeia produtiva do cacau e do chocolate foram recebidos nesta quarta-feira (17) pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu, a partir de pedido das senadoras Lídice da Mata (PSB-BA) e Ana Amélia (PP-RS), presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado (CRA). O encontro contou ainda com a presença dos senadores Valdir Raupp (PMDB-RO), Wellington Fagundes (PR-MT), José Medeiros (PPS-MT) e do deputado federal Bebeto Galvão (PSB-BA).

Pelo setor cacaueiro, participaram o diretor da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Helinton Rocha; o presidente da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Cacau, Guilherme Moura; e o diretor da Biofábrica e presidente da Associação de Produtores do Cacau (APC), Henrique Almeida. Eles expuseram à ministra as principais preocupações do setor, com destaque para a necessidade de recomposição dos quadros da Ceplac, além de questões como a importação e exportação de produtos à base de cacau, o endividamento dos produtores e investimentos em pesquisa e tecnologia.

Lembrando audiência pública realizada em Ilhéus no mês de abril pela Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, a senadora Ana Amélia, que preside a CRA, lembrou que o evento contou com a presença de mais de 500 produtores, demonstrando a força e a importância do debate sobre as questões do setor. A senadora gaúcha contou à ministra que ficou impressionada com a produção da Biofábrica e com o cacau cabruca, produzido por meio de sistema sustentável.

Lídice da Mata destacou que a cadeia produtiva do cacau, depois de amargo período enfrentando a praga da vassoura de bruxa, agora ganha reforço com parceria que a Ceplac acaba de realizar com a Universidade Federal do Sul da Bahia, que reforçará pesquisas relacionadas à cultura cacaueira. A parlamentar baiana disse para a ministra que a pauta do setor é extensa, e reforçou a urgência da reestruturação da Ceplac face a aposentadoria de servidores a partir do próximo ano, uma vez que o órgão se encontra há 27 anos sem realizar concurso público. Lídice também citou projeto de sua autoria, que aumenta o teor obrigatório de 30% de cacau puro nos chocolates produzidos no Brasil.

Aposentadorias – O diretor da Ceplac, Helinton Rocha, frisou a prioridade de concurso para o órgão garantir a continuidade de pesquisas e apoio tecnológico aos produtores. Lembrou à ministra que pedido de recomposição de pessoal já foi encaminhado aos Ministérios da Agricultura e do Planejamento, sendo que foi apresentada perspectiva de recomposição gradativa de 514 cargos (214 no próximo ano, 150 em 2017 e 150 em 2018), reivindicação que vem desde 2013 e que se agrava com a aposentadoria de vários funcionários em 2016.

Para o presidente da Câmara Setorial do Cacau, Guilherme Moura, o setor passa por forte retomada no Brasil, após superar a vassoura de bruxa. Ele disse que o momento é oportuno para incentivar a produção cacaueira, já que o País tem a ímpar condição de ser um dos maiores produtores mundiais, e também um dos principais centros consumidores.

Já Henrique Almeida, da APC, citou os desafios de melhorar a competitividade do setor, principalmente em função do mercado internacional. Segundo ele, o Brasil ampliou sua condição de exportador já que há sobreoferta de matéria-prima de qualidade.

Ministra da Agricultura recebe senadores e representantes da cadeia do cacau



Com informações do gabinete da senadora Lídice da Mata


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

11/12/2018
Senado aprova novo limite para compra de leite de pequenos agricultores
O Plenário aprovou emenda da Câmara dos Deputados ao projeto que estabelece um novo limite de aquisição de leite no âmbito do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do governo federal (ECD 1/2018). Conforme o texto aprovado, o limite mínimo passa a…

05/12/2018
Aprovada urgência para projeto que garante compra mínima de leite de agricultores familiares
O Plenário vota na próxima terça-feira (11) o projeto que obriga o governo federal a realizar compras mínimas de leite produzido por agricultores familiares. O texto em pauta assegura a aquisição de pelo menos 35 litros por dia. O autor…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail