Ministra da Agricultura debate o Plano Agrícola e Pecuário durante audiência do Senado, em Porto Alegre, na Assembleia Legislativa

16/06/2015 - Agricultura


Presidida pela senadora Ana Amélia, Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) realiza debate na segunda-feira (22)

Ministra da Agricultura debate o Plano Agrícola e Pecuário durante audiência do Senado, em Porto Alegre, na Assembleia Legislativa

O ciclo de debates da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, na segunda-feira (22), em Porto Alegre, será realizado às 15h, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa. A audiência terá a participação da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, que apresentará detalhes do Plano Agrícola e Pecuário 2015-2016.

O requerimento para realização do ciclo de debates na capital gaúcha foi aprovado nesta quinta-feira (18), durante a sessão da Comissão de Agricultura. Para a presidente da CRA, senadora Ana Amélia (PP-RS), a audiência permitirá que o setor rural apresente suas dúvidas diretamente à ministra.

Apresentado no dia 2 de junho pelo governo federal, o plano destina R$ 187,7 bilhões ao setor agropecuário. Desse total, R$ 149,5 bilhões são para empréstimos de custeio e comercialização da safra e R$ 38,2 bilhões para investimentos. A maior parte desse dinheiro será emprestada aos produtores rurais a juros controlados, que vão variar de 7% a 10%, taxas maiores do que no ano passado, quando os juros foram, em média, de 6,5% por cento.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

9 de nov
Farsul e Federarroz entregam demandas ao ministro da Agricultura
O presidente da Federarroz, Henrique Dornelles, e o vice-presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), Gedeão Ferreira, apresentaram ao ministro da Agricultura, Blairo Maggi, demandas do setor para equiparar os custos de produção no Brasil, aos dos países do Mercosul.…

8 de nov
Senadora garante apoio à demanda dos produtores brasileiros de cebola
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) vai solicitar o apoio dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Agricultura, Blairo Maggi, ao pedido da Associação Nacional dos Produtores de Cebola (ANACE) para aumentar de 10% para 35%…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail