Ministério determina que reidratação de leite em pó seja com produto nacional

21/10/2016 - Agricultura


Ingresso de leite importado prejudicou o setor, gerando queda no preço pago ao produtor

MAPA determina que reidratação de leite em pó deve ser com produto nacional

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou nesta sexta-feira (21), instrução normativa determinando que a reidratação de leite em pó, pelas indústrias que produzem leite longa vida para a região da Sudene, seja feita somente com produto nacional. A decisão deve amenizar a entrada de leite em pó importado, o que estava gerando prejuízo ao mercado brasileiro.

A queda do preço pago pelo leite ao produtor tem afetado a produção principalmente no Sul do País, e foi tema de audiência pública na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária do Senado, presidida pela senadora Ana Amélia (PP-RS), no dia 07 de outubro. Na ocasião, produtores e representantes da indústria apresentaram reivindicações aos ministérios da Agricultura e de Relações Exteriores, dentre elas a alteração da Instrução Normativa 26, que possibilitava a reidratação de leite em pó importado para abastecer municípios afetados pela seca.

Na audiência também ficou estabelecida a necessidade de um sistema de cotas entre produtores e indústria do Brasil e do Uruguai, para evitar a entrada em alta escala do produto uruguaio, o que também estaria afetando o preço pago ao produtor brasileiro. 

Na quinta-feira (20) a senadora Ana Amélia voltou a defender na tribuna os produtores de leite, reiterando a necessidade de buscar alternativas para enfrentar a crise do setor (vídeo).

MAPA determina que reidratação de leite em pó deve ser com produto nacional



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Queda do preço do leite pago ao produtor causa prejuízo ao setor, diz Ana Amélia


Mais notícias:

Hoje
Censo Agropecuário 2017 é lançado no Rio Grande do Sul
O Censo Agropecuário 2017 do Instituto Brasileiros de Geografia e Estatística (IBGE) foi lançado no Rio Grande do Sul nesta sexta-feira (23), em evento na Emater/RS-Ascar. Em todo o Brasil, 26 mil profissionais visitarão 5,3 milhões de propriedades rurais, sendo 425 mil no…

13 de jun
CAE pode votar projeto que facilita a renegociação do crédito rural
A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) deverá votar nas próximas semanas matéria que institui um procedimento menos burocrático para a renegociação do crédito rural. O Projeto de Lei do Senado (PLS) 354/2014, que estabelece regras para que agricultores inadimplentes possam renegociar suas…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail