Ministério da Integração Nacional prevê repasses de recursos para áreas atingidas por temporais no Rio Grande do Sul

20/10/2015 - Geral


Senadora Ana Amélia participou de reunião da Bancada Gaúcha com ministro interino, Carlos Vieira, e secretário nacional da Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior

Ministério da Integração Nacional prevê repasses de recursos para áreas atingidas por temporais no Rio Grande do Sul

Em encontro com a Bancada Gaúcha, o ministro interino da Integração Nacional, Carlos Vieira, e o secretário nacional da Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior, garantiram, nesta terça-feira (20), em Brasília, que há recursos disponíveis para a recuperação dos danos causados pelos recentes temporais no Rio Grande do Sul. Conforme dados atualizados do governo estadual, ao todo, 106 municípios foram atingidos nas últimas semanas.

A senadora Ana Amélia (PP-RS) questionou os dois representantes do governo sobre quais ações vêm sendo tomadas desde que a situação se agravou na última semana, com inundações, vento e granizo. Três pessoas morreram, milhares de pessoas tiveram que deixar as casas, além de prejuízos ainda não calculados em rodovias e na produção rural.

Carlos Vieira, que esteve no Rio Grande do Sul na última semana, destacou que, inicialmente, o governo está adotando medidas emergenciais para amenizar as dificuldades enfrentadas no Estado. Já tinham sido enviados 16 mil kits de assistência humanitária e outros 8 mil passariam a ser distribuídos a partir desta terça-feira.

Na segunda etapa, Defesa Civil e Ministério da Integração Nacional trabalham com a recuperação, com o reconhecimento dos planos de trabalho. Até esta terça-feira, 27 municípios já tinham a situação de emergência homologada, o que facilita a destinação de recursos a essas cidades.

Para Rio Pardo, cidade onde houve duas mortes, o secretário da Defesa Civil garantiu que serão repassados R$ 432,2 mil para a compra de telhas. As obras devem ser executadas dentro de 180 dias a contar a partir desta terça-feira. A estimativa é que cerca de 3 mil pessoas tenham sido prejudicadas pelo temporal na cidade.

Outra preocupação destacada pelo secretário executivo, que ocupa interinamente o ministério, é em relação à rodovia RS-115, bloqueada em razão de uma rachadura provocada pelas chuvas. A estrada é uma das ligações a Gramado, cidade turística que anualmente recebe milhões de visitantes. Por isso, ressaltou Vieira, é preciso agilizar a restauração do trecho bloqueado.

— Vamos também pedir auxílio ao governo estadual para encaminhar o que é necessário em relação à RS-115, que dá acesso a Gramado, a Canela e à Serra Gaúcha. O trecho está interditado e pode representar um prejuízo enorme para uma região que recebe, durante todo ano, mas especialmente agora no Natal Luz, turistas vindos de todas as partes do País — enfatizou Ana Amélia, no plenário do Senado, logo após a reunião.

Além da senadora Ana Amélia, participaram do encontro no Ministério da Integração Nacional o senador Lasier Martins (PDT); e os deputados federais Giovani Cherini (PDT), Carlos Gomes (PRB), Dionilso Marcon (PT), Mauro Pereira (PMDB), José Stédile (PSB), Heitor Schuch (PSB) e Afonso Hahn (PP). O chefe do Escritório da Representação do RS em Brasília, Otaviano Fonseca, e o ex-deputado federal Vilson Covatti (PP) também acompanharam a reunião com o ministro interino da Integração Nacional, Carlos Vieira, e o secretário nacional da Defesa Civil, general Adriano Pereira Júnior.

Ministério da Integração Nacional prevê repasses de recursos para áreas atingidas por temporais no Rio Grande do Sul

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25/01/2019
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23/01/2019
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail