Ministério da Fazenda apresenta medidas para aliviar finanças dos Estados exportadores

22/03/2016 - Economia


Senadora Ana Amélia participou de reunião com Nelson Barbosa nesta terça-feira (22)

Ministério da Fazenda apresenta medidas para aliviar finanças dos Estados exportadores

No Ministério da Fazenda, nesta terça-feira (22), o ministro Nelson Barbosa apresentou a parlamentares medidas que podem aliviar as finanças dos Estados exportadores. A senadora Ana Amélia (PP-RS) participou do encontro, uma vez que o Rio Grande do Sul é um dos Estados com maior dificuldade de caixa.

Conforme anunciou o ministro, o valor do Fundo de Apoio às Exportações (FEX) referente a 2015, previsto para ser pago no segundo semestre deste ano, pode ser antecipado para o primeiro semestre. O total para os Estados é de R$ 1,950 bilhão, sendo R$ 150 milhões destinados ao Rio Grande do Sul.

O ministro também admitiu antecipar para o segundo semestre o pagamento do FEX de 2016, incialmente previsto para o próximo ano. A senadora Ana Amélia (PP-RS) ressaltou, no entanto, que essa medida depende da aprovação dos Ministérios do Planejamento e Casa Civil. Segundo Barbosa, os parlamentares precisam auxiliar a convencer as outras pastas sobre a importância dessa antecipação.

Além disso, foram mencionadas medidas que a Fazenda apresentará para reduzir em 40%, durante dois anos, o montante desembolsado, mensalmente, pelos Estados para pagamento da dívida com a União. No pacote, os governos estaduais terão que cumprir uma série de obrigações para contar com o alongamento do prazo para pagamento da dívida.

Ministério da Fazenda apresenta medidas para aliviar finanças dos Estados exportadores

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

1 de nov
Senado aprova projeto para desenvolvimento da metade sul do Rio Grande do Sul
O Senado aprovou, nesta quarta-feira (31), por unanimidade — 53 votos favoráveis — o projeto que autoriza a criação de uma região integrada para o desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul. A ideia é definir…

10 de ago
Ana Amélia é contra aumento de salário para ministros e parlamentares
A decisão tomada pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal de conceder reajuste em seus próprios vencimentos, a partir do ano que vem, em 16,38%, "é inoportuna e provoca um preocupante efeito-cascata nas despesas públicas. O alerta foi feito…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail