Ministério autoriza importação de gás pela Termo AES Uruguaiana

26/07/2017 - Agricultura


Portaria publicada DOU permite retomada dos trabalhos da usina térmica de Uruguaia

Autorizada importação de gás pela Termo AES Uruguaiana

O Ministério de Minas e Energia autorizou a importação de gás natural da Argentina com o objetivo de reativar o funcionamento da usina termelétrica da AES de Uruguaiana. A portaria nº 277, que autoriza a importação, foi publicada no Diário Oficial da União. A retomada dos trabalhos da usina foi tema de reuniões entre a senadora Ana Amélia (PP-RS), o deputado estadual Frederico Antunes, o prefeito Ronnie Mello e o ministro de Minas e Energia, Fernando Bezerra Coelho Filho.

O complexo energético de Uruguaiana operou pela última vez, em 2015, por apenas três meses. Além da oferta de energia, a reativação da usina termelétrica da AES representará uma arrecadação superior a R$ 25 milhões, valor importante no aquecimento da economia do município e da região.

A Termo AES Uruguaiana foi a primeira sina termelétrica a operar com gás natural no Brasil. A senadora Ana Amélia destacou a importância de o Ministério de Minas e Energia de autorizar a retomada da importação do gás natural da Argentina.

— O Rio Grande do Sul anseia por boas notícias. Esta decisão significa a possibilidade de novos tempos para a população da Fronteira Oeste e da Metade Sul, regiões que carecem de novos investimentos — avaliou a parlamentar gaúcha.

Segundo o deputado Frederico Antunes (PP), que é o presidente da Frente Parlamentar em Defesa da Retomada da Termo AES Uruguaiana, o Grupo AES ainda precisar cumprir alguns trâmites para definir uma data para retomar a produção. Ele ressalta que a Portaria nº 277 é importante para Uruguaiana e demais municípios da região atraírem investimentos.

— A portaria fixa um prazo de dois anos para a importação de gás. Com isso poderemos pensar a médio e longo prazo. Muitas autoridades e um grande número de entidades empresariais têm envidados esforços para fomentar o desenvolvimento capazes de gerar emprego, renda e desenvolvimento. E nesta missão, o quesito energia é fundamental — afirmou. 

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

14 de ago
CNA apresenta projeto para impulsionar setores estratégicos
Na visita da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) à Confederação Nacional da Agricultura (CNA), nesta terça-feira (14), o presidente João Martins apresentou projetos para incrementar setores estratégicos da pecuária. Entre eles, o plano para tornar o Brasil um exportador de leite em pó. Ele informou que está…

7 de ago
Entidades ligadas à agricultura debatem MP com senadores
Agricultores familiares, filiados à Contag e Fetraece, foram recebidos pelo presidente do Senado, Eunício de Oliveira, nesta terça-feira (07) pedindo cuidado na análise da Medida Provisória (MP) 842/2018. A medida concede rebate para liquidação de operações de crédito rural do Pronaf. A senadora Ana Amélia…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail