Médicos reforçam importância da prevenção no combate ao câncer de mama

27/10/2015 - Saúde


Senadora Ana Amélia participou da sessão da Comissão de Combate à Violência contra a Mulher alusiva ao Outubro Rosa

Médicos reforçam importância da prevenção no combate ao câncer de mama

Sessão especial da Comissão de Combate à Violência contra a Mulher, nesta terça-feira (27), homenageou o Outubro Rosa. O tema do encontro foi "Prevenção, cura e reconstrução mamária: um direito que não pode ser violado”.

A senadora Ana Amélia (PP-RS) foi relatora da Lei da Reconstrução da Mama, que exige que a cirurgia reparadora seja realizada no mesmo ato cirúrgico de retirada do tumor pelo SUS. Já em vigor, a iniciativa da ex-deputada Rebecca Garcia (PP-AM) foi elogiada pelos debatedores, como a deputada Moema Gramacho (PT-BA). Autora do requerimento para realização da sessão, a parlamentar pediu a ampliação dos procedimentos de reconstrução da mama na mesma cirurgia, quando houver as condições necessárias.

Na sessão especial, com experiência profissional de 30 anos, a médica mastologista Maria Aparecida enfatizou que o exame de mamografia é a melhor maneira de se detectar precocemente o câncer de mama, que apresenta vários fatores de risco, entre eles o consumo regular de álcool e fumo, a obesidade e a exposição a radiações. Mas, segundo ela, 80% dos cânceres não têm fator de risco e ainda assim a paciente apresenta a doença, contra os 20% restantes, relacionados a esses fatores.

- A detecção precoce só é possível com a mamografia. A prevenção é complicada, porque há uma multiplicidade de fatores relacionados ao surgimento da doença. A mamografia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) está indicada para pacientes entre 49 e 60 anos e tem 90% de resolução. Em paciente jovem, o diagnóstico é feito por ultrassom. A ressonância magnética é um método bom, mas não substitui a mamografia – afirmou.

A médica informou que em 2014 houve no Brasil 57.129 novos casos da doença, com o registro de 38 mil óbitos. O câncer de mama é o mais comum que ocorre entre as mulheres, perdendo somente para lesões na pele e não-melanomas.

- A cura do câncer a gente só obtém com diagnóstico precoce. Temos que pensar em uma forma do câncer de mama ser curado no país, e que todas as mulheres tenham direito de fazer a mamografia – ressaltou.

A médica oncologista Luci Ishii, presidente da Associação Brasiliense de Apoio ao Paciente com Câncer, que realiza mutirões preventivos em áreas carentes, acredita que as mulheres necessitam de mais informação sobre a doença:

- A falta de conhecimento gera o medo e impede o tratamento da doença. Precisamos falar mais sobre o câncer de mama, temos que começar isso cedo, desde a idade escolar. Devemos colocar isso de tal forma que a paciente em idade de risco não tenha medo de procurar o médico e se cuidar.

Presentes ao debate, os senadores Ana Amélia (PP-RS), Lasier Martins (PDT-RS) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) criticaram a portaria do Ministério da Saúde 1.253/2013, que revogou a lei que garantia o exame de mamografia às mulheres a partir dos 40 anos. Atualmente, o Ministério da Saúde prioriza exames a partir dos 50 anos. Ana Amélia é autora do PDS 2/2014 para sustar portaria do Ministério da Saúde.

Médicos reforçam importância da prevenção no combate ao câncer de mama

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

18 de ago
Hospital São Francisco de Assis, de Parobé, contará com apoio e emenda da senadora Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (PP-RS) esteve no começo da noite desta sexta-feira (18) no Hospital São Francisco de Assis, em Parobé, onde foi recebida pelos diretores João Schmitt e Tadeu Stringari. Referência em média complexidade…

16 de ago
Aprovada criação de programa de ajuda financeira a Santas Casas e hospitais filantrópicos
O Projeto de Lei 7606/17, do Senado, que cria o Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos (Pró-Santas Casas) no âmbito das instituições financeiras oficiais federais, foi aprovado nesta terça-feira (15) pela Câmara dos Deputados. A…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail