Mantida cota de US$ 300 para compras nos free shops de fronteira

01/07/2016 - Economia


Decisão foi celebrada pela senadora Ana Amélia, que tratou do assunto durante a semana em audiências com ministros

Portaria mantém cota de US$ 300 para compras nos free shops de fronteira

Foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (1º), a portaria 289 de 30 de junho de 2016, mantendo a cota de US$ 300 para compras nos free shops em municípios de fronteira. A decisão foi celebrada pela senadora Ana Amélia (PP-RS), que fez esse pedido durante a semana em audiências nos ministérios.

A cota seria reduzida a US$ 150 a partir desta sexta-feira, mas com a portaria fica mantida em US$ 300, atendendo reivindicação das lideranças de municípios gaúchos. A decisão, avaliou Ana Amélia, é importante para o turismo de compras, que movimenta também hotéis, restaurantes, supermercados, farmácias e outros serviços nessas cidades.

A senadora gaúcha esteve na terça-feira, junto com o deputado estadual Frederico Antunes (PP), na Casa Civil, onde fez o pedido da manutenção da cota ao ministro Eliseu Padilha, que imediatamente acionou o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. Na quarta-feira, Ana Amélia também tratou do assunto no Ministério das Relações Exteriores, com o chanceler José Serra.

Portaria mantém cota de US$ 300 para compras nos free shops de fronteira



Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

1 de nov
Senado aprova projeto para desenvolvimento da metade sul do Rio Grande do Sul
O Senado aprovou, nesta quarta-feira (31), por unanimidade — 53 votos favoráveis — o projeto que autoriza a criação de uma região integrada para o desenvolvimento da Metade Sul do Rio Grande do Sul. A ideia é definir…

10 de ago
Ana Amélia é contra aumento de salário para ministros e parlamentares
A decisão tomada pela maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal de conceder reajuste em seus próprios vencimentos, a partir do ano que vem, em 16,38%, "é inoportuna e provoca um preocupante efeito-cascata nas despesas públicas. O alerta foi feito…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail