Lideranças buscam solução para obrigatoriedade de dispositivos em caminhões basculantes

24/04/2018 - Municípios


Equipamentos para evitar o acionamento da caçamba com veículo em movimento custam até R$ 4 mil

Lideranças buscam solução para obrigatoriedade de dispositivos em caminhões basculantes

A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) foi recebida nesta terça-feira (24) pelo ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Maurício Alves, para debater a resolução que obriga instalação de dispositivo de segurança em caminhões basculantes para evitar que a caçamba seja acionada com o veículo em movimento.

Ao lado dos deputados Luiz Carlos Heinze e Covatti Filho, ambos do Progressistas do RS, e prefeitos gaúchos, representando a Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Ana Amélia destacou que, embora a medida seja importante para evitar acidentes, os custos gerados para cooperativas de produtores e prefeituras são altos.

Veículos adquiridos após a edição da Resolução 563 já têm o dispositivo instalado desde a fábrica. Mas, para caminhões antigos, a instalação do equipamento de segurança chega a custar R$ 4 mil. Durante o encontro, as lideranças alertaram que para algumas prefeituras o custo chegaria a R$ 40 mil e afetaria também as cooperativas de produtores agrícolas.

A Famurs apresentou ao diretor do Denatran ofício protocolado no Ministério das Cidades pedindo a revisão da resolução. Maurício Alves e o ministro Alexandre Baldy se comprometeram a estudar o pedido para encontrar uma solução para o impasse. Uma alternativa discutida no encontro seria a edição da resolução para determinar que os equipamentos de segurança sejam exigidos em veículos novos, adquiridos a partir de 2017.

Além dos parlamentares gaúchos, participaram do encontro os prefeitos de Nova Petropolis, Regis Luiz Hahn, de Restinga Seca, Paulo Ricardo Salermo, de Nova Santa Rita, Margarete Simon Ferretti, o vice-prefeito de Campos Borges, Altamiro Trenhago, e os vereadores Eliane Louzado Benedetti e Gilnei Guerreiro.

Lideranças buscam solução para obrigatoriedade de dispositivos em caminhões basculantes


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

12 de mar
Senado aprova PLS que reconhece Lagoa Vermelha (RS) como a Capital do Churrasco
                                                              …

11/12/2018
Projeto que torna Lagoa Vermelha a Capital Nacional do Churrasco está pronto para ser votado no Senado
O projeto de lei (PL 193/2018) que confere ao município de Lagoa Vermelha o título de Capital Nacional do Churrasco está pronto para ser votado na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail