Liberação de recursos para o Centro de Eventos de Porto Alegre será tratada com o vice-presidente da República

09/07/2015 - Geral


Reunião na próxima semana irá contar com a presença do Ministro do Turismo e de parlamentares da bancada gaúcha

Liberação de recursos para o Centro de Eventos de Porto Alegre será tratada com o vice-presidente da República

O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, irá marcar para a próxima semana audiência com o vice-presidente da República, Michel Temer, para reforçar o pedido feito pela bancada gaúcha assegurando que serão repassados os R$ 60 milhões referentes à obra do Centro de Eventos de Porto Alegre. O ministro tratou do assunto nesta quinta-feira (9), quando recebeu a senadora Ana Amélia (PP-RS), o coordenador da bancada gaúcha, deputado Giovani Cherini (PDT-RS), o deputado Mauro Pereira (PMDB-RS), o secretário de Turismo de Porto Alegre, Luiz Fernando Moraes, e o representante do governo do Estado em Brasília, Otaviano Fonseca.

Moraes disse que o turismo de Porto Alegre depende muito dos eventos e a construção de um centro específico é fundamental para o setor. Representantes dos sindicatos de hotéis e restaurantes, por exemplo, também já estiveram em Brasília fazendo um apelo ao governo para que ocorra a liberação dos recursos. Porto Alegre é uma das poucas capitais de Estados que não possuem centro de eventos público. Diante disso, o ministro disse que tratará do tema diretamente com o vice-presidente e deverá agendar para a quinta-feira (16), um encontro com seu correligionário do PMDB para tratar do tema.

O caso

A mobilização gaúcha busca que verba (conquistada via Programa de Aceleração do Crescimento - PAC Turismo) seja excluída do Decreto nº 8.407, que inclui as obras do programa nas despesas inscritas como "restos a pagar". A medida limita os prazos para o início das obras para o dia 31 de agosto, e determina a anulação dos convênios caso não sejam cumpridos. 

Em Porto Alegre, a inviabilidade do terreno escolhido inicialmente atrasou o início dos estudos de impacto de vizinhança, mobilidade, e licença ambiental, além do anteprojeto da obra. Com a definição de uma nova área, na zona Norte, a prefeitura encaminhou o Termo de Referência para análise da Caixa Econômica Federal somente no início de abril deste ano. Por isso, o objetivo é garantir que, de alguma forma, seja afastado o risco de perder os recursos previstos, retirando da lista dos "restos a pagar", ou procurando outra alternativa.

Liberação de recursos para o Centro de Eventos de Porto Alegre será tratada com o vice-presidente da República



Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

Hoje
Bancada gaúcha lança frente parlamentar pela construção do Hospital do Câncer
Os 34 parlamentares gaúchos no Congresso Nacional se uniram pela construção do Hospital do Câncer no Grupo Hospitalar Conceição (GHC). A bancada gaúcha lançou, nesta quarta-feira (28), Frente Parlamentar em Prol da Construção do Hospital do Câncer GHC. O…

Comissão mista aprova relatório da MP 774. Destaques serão votados na semana que vem
A comissão mista que analisa a MP 774 aprovou hoje, no Senado, o relatório do senador Airton Sandoval (PMDB-SP), mantendo a desoneração de setores importantes para a economia como o coureiro-calçadista, têxtil e de Tecnologia…

27 de jun
“Não podemos admitir ameaças e incitação à violência”, defende Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (PP-RS) criticou o discurso de petistas e nota oficial do partido que defendeu o Luís Inácio Lula da Silva fazendo ameaças e incitando a violência. De acordo com a parlamentar gaúcha, o ex-presidente recebe tratamento deum “ ídolo…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail