Legislativos do Brasil e Marrocos fecham acordo de cooperação

21 de mar - Relações Exteriores


Parceria visa a ajudar negociações com Mercosul e ampliação do comércio bilateral

Legislativos do Brasil e Marrocos fecham acordo de cooperação

O Senado Federal e a Câmara de Conselheiros do Reino do Marrocos assinaram nesta quarta-feira (21) memorando de entendimento para institucionalizar e promover o desenvolvimento de atividades de cooperação legislativa e diplomática entre as duas instituições. A Câmara dos Conselheiros equivale ao Senado brasileiro no Marrocos.

- Essa parceria legislativa deve ajudar nas negociações para um futuro acordo entre Brasil e Mercosul e ampliar comércio de produtos gaúchos e de outros estados do Brasil  - disse a Senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), integrante do Grupo Parlamentar Brasil-Marrocos.

Segundo a Senadora, existem negociações em andamento com os setores privados do Rio Grande do Sul e do Marrocos para ampliação do comércio. O intercâmbio entre os Senado Federal e a Câmara de Conselheiros envolverá, entre as áreas de atuação, legislação e controle; acompanhamento legislativo de matérias importantes para a relação Brasil-Marrocos, em particular as propostas de acordos bilaterais; diplomacia parlamentar e avaliação de políticas públicas, por meio de visitas periódicas.

Para o 1º vice-presidente da Câmara de Conselheiros do Reino do Marrocos, Abdessamad Kayouh, o acordo demonstra a disposição dos dois países de trabalharem juntos rumo a um destino comum exitoso. O memorando também prevê a criação de uma comissão mista de cooperação, composta pelos dois presidentes das Comissões de Relações Exteriores e dos presidentes dos grupos parlamentares de amizade de ambas as Casas para acompanhar e contribuir com a implementação das ações de cooperação.  A previsão é que o grupo se reúna uma vez por ano, alternadamente, no Brasil e no Marrocos.

O Grupo Parlamentar Brasil-Marrocos foi instalado em agosto de 2017. O senador Cristovam Buarque (PPS-DF) é o presidente executivo do grupo. A comissão executiva é composta pela senadora Ana Amélia (PP-RS) e o senador Jorge Viana (PT-AC), que ocupam os cargos de vice-presidentes. O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, senador Fernando Collor, é titular do grupo. Os secretários do grupo são os senadores Antonio Anastasia (PSDB-MG), Armando Monteiro (PTB-PE) e José Agripino (DEM-RN). Também fazem parte do grupo os senadores Roberto Requião (PMDB-PR), Acir Gurgacz (PTD-RO) e Wilder Morais (PP-GO).

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

12 de dez
Comissão aprova projeto sobre cumprimento de sanções da ONU
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) comemorou, nesta quarta-feira (12), a aprovação, pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), do Projeto de Lei do Senado 181/2018, de autoria dela. O projeto alinha a legislação brasileira de combate ao terrorismo…

27 de nov
Grupo parlamentar Brasil-Argentina aprova plano de trabalho
Barreiras fitossanitárias, metrologia, alfândegas e a hidrovia dos rios Paraguai e Paraná são as quatro áreas em estudo pelo Grupo Parlamentar Brasil-Argentina. O plano de ação do colegiado foi aprovado por unanimidade pelos deputados e senadores brasileiros na reunião desta terça-feira (27). A senadora Ana Amélia…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail