Hospital de Cachoeira do Sul, referência em Oncologia quer aumento de repasses do Governo Federal

05/09/2017 - Saúde


Casa de Saúde presta atendimento para pacientes de 11 municípios. Repasse mensal do Ministério da Saúde cobre pouco mais de um terço dos gastos

Hospital de Cachoeira do Sul, referência em Oncologia quer aumento de repasses do Governo Federal

Responsável por oferecer atendimento oncológico para mais de 2 mil pacientes de 11 municípios gaúchos, o Hospital de Caridade e Beneficência de Cachoeira do Sul (HCB) corre risco de deixar de ser referência. Em reunião no Ministério da Saúde nesta terça-feira (05), o prefeito Sergio Ghignatti, de Cachoeira, apoiado por prefeitos de 11 municípios que hoje tem o HCB como referência, solicitou ao ministro da Saúde, Ricardo Barros, aumento do teto da Média e Alta Complexidade em Oncologia do Hospital.

Na reunião, que contou com a presença de parlamentares gaúchos e da assessora Bonina Almeida, representando a senadora Ana Amélia (PP-RS), lideranças gaúchas argumentaram que hoje o HCB recebe repasse mensal de cerca R$ 130 mil, do Governo Federal, mas gasta em torno de R$ 360 mil para realizar esses atendimentos. Além do número fixo de pacientes, o hospital ainda recebe ao menos 65 novos casos a cada mês. O ministro Ricardo Barros se comprometeu em revisar a portaria que regulamenta o aumento de teto para que mais hospitais sejam atendidos.

O Hospital de Caridade e Beneficência de Cachoeira do Sul atende pacientes de Arroio do Tigre, Segredo, Estrela Velha, Novo Cabrais, Passa Sete, Terra de Areia, Sobradinho, Lagoa Bonita do Sul, Ibarama e Cerro Branco.

Hospital de Cachoeira do Sul, referência em Oncologia quer aumento de repasses do Governo Federal


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

18 de jul
Dia Estadual de Luta Contra o Câncer de Mama completa 14 anos
No Rio Grande do Sul, há exatos 14 anos, 18 de julho virou Dia de Luta contra o Câncer de Mama, instituído pela Lei 12.126/2004. Em diversos municípios são promovidas ações de prevenção e combate a essa doença que…

11 de jul
Senado aprova projeto que cria a Política Nacional para Doenças Raras
Pessoas com doenças raras podem ter garantida em lei uma política de atenção do governo. Foi aprovado no Plenário do Senado, nesta quarta-feira (11), projeto que institui a Política Nacional para Doenças Raras no Sistema Único de Saúde (SUS). Como…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail