Governo busca desesperadamente aumentar receita à custa do contribuinte, critica Ana Amélia

17/02/2016 - Economia


Senadora disse que o governo pune o trabalhador ao não corrigir a tabela do Imposto de Renda pela inflação

Governo busca desesperadamente aumentar receita à custa do contribuinte, critica Ana Amélia

A senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que o governo federal pune o trabalhador ao não corrigir a tabela do Imposto de Renda pela inflação que, conforme lembrou, já passou os 10%. O aumento da inflação e a consequente correção salarial fazem o trabalhador isento cair nas faixas de contribuição, acrescentou a senadora. Com isso, muitos que não pagavam, vão passar a pagar, afirmou.

— O governo está desesperadamente buscando aumentar a receita à custa do sacrifício do contribuinte — disse.

Ana Amélia defendeu a aprovação de projeto que apresentou em 2014 no Senado (PLS 2/2014), e que no final do ano estava em análise na Comissão de Assuntos Econômicos, estabelecendo que a tabela do Imposto de Renda seja corrigida sempre pela inflação.

A parlamentar gaúcha acrescentou que a atualização da tabela do Imposto de Renda representaria um alívio de até 60% no valor do imposto a pagar.

— O contribuinte poderia, se a tabela estivesse devidamente corrigida pela inflação, ter um alívio no valor do imposto. Mas o governo, ao contrário, preferiu aumentar a carga dos trabalhadores, disfarçadamente, na surdina. Quem estava apertado, agora está ainda mais, com maiores dificuldades — protestou a senadora.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Governo busca desesperadamente aumentar receita à custa do contribuinte, critica Ana Amélia


Mais notícias:

20 de set
PEC da senadora pode servir como base no debate sobre compensação aos Estados em função da Lei Kandir
A PEC 22/2014, de autoria da senadora Ana Amélia (PP-RS), que prevê a troca do pagamento da dívida dos Estados com os créditos fiscais das exportações, decorrentes da Lei Kandir, conta com o…

14 de set
Ana Amélia: aparelhamento político provocou estrago no patrimônio dos trabalhadores da Petrobras
Em discurso na tribuna nesta quarta-feira (13), a senadora Ana Amélia falou sobre o rombo no Petros, fundo de pensão dos funcionários e aposentados da Petrobras, que foi administrado pelo PT, de R$ 14 bilhões. — O aparelhamento político fez…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail