Gerar empregos combate a fome, diz ministro da Fazenda na CAE

31/10/2017 - Economia


Entre os assuntos abordados, ministro respondeu questões sobre reformas da Previdência e Tributária

Gerar empregos combate a fome, diz ministro da Fazenda na CAE

Criar empregos é a melhor forma de combater a fome, afirmou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, em audiência interativa na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), nesta terça-feira (31).

— Compartilho a preocupação com os mais pobres no país. É o que estamos procurando enfrentar. A recessão gerou um grande número de desempregados e aumentou a desigualdade. Não há dúvida de que isso se reflete nas ruas. O que estamos fazendo? Trabalhando para criar emprego — disse Meirelles.

O ministro respondeu questionamentos de parlamentares e de telespectadores que acompanharam a audiência ao vivo pela TV Senado. A senadora Ana Amélia (PP-RS) questionou o ministro sobre o andamento da Reforma Tributária, enviada pelo Governo Federal. Meirelles ponderou que a reforma exige uma negociação mais complexa no Congresso, com estados e municípios. 

Outra pergunta respondida pelo ministro, essa enviada por cidadãos, aludiu à redução de R$ 4 no reajuste do salário mínimo para 2018, anunciada na véspera. Meirelles afirmou que se está apenas cumprindo a lei, que corrige o piso do mínimo de acordo com o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e o crescimento da economia.

Meirelles abriu a audiência com uma apresentação de gráficos mostrando a recuperação nos últimos meses. Segundo ele, “o país mudou” e “é um momento de reversão grande da trajetória da economia”. O ministro citou como prova disso a queda da inflação (a previsão para este ano é de 3,1%), da Selic, a taxa básica de juros (hoje em 7,5%), e do risco-país, índice medido por agências internacionais.

Ana Amélia criticou a oposição, atribuindo o aumento da pobreza no país aos erros da política econômica dos governos anteriores, do PT.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Ana Amélia questiona: quem deixou 14 milhões de brasileiros desempregados, inflação e juros altos?


Mais notícias:

13 de jul
Ana Amélia visita indústria calçadista em Parobé
Em visita à Vulcabras Azaleia, em Parobé, nesta sexta-feira (13), a senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) foi recebida pelo presidente Pedro Grendene Bartelle Filho. A parlamentar do Rio Grande do Sul conheceu as linhas de produção e conversou com os trabalhadores da indústria de calçados.…

4 de jul
Senado adia decisão sobre incentivo para indústria de refrigerante em Manaus
Por falta de quórum, o Senado Federal adiou, nesta quarta-feira (4), a votação dos projetos de resolução que preveem a sustação do Decreto Presidencial nº 9.394, que altera a Incidência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre concentrados usados por…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail