Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável é lançada no Congresso

14/10/2015 - Economia


Senadora Ana Amélia assumiu a vice-presidência, enquanto deputado federal Beto Rosado preside a Frente

Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável é lançada no Congresso

Foi lançada nesta quarta-feira (14), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável, que tem a senadora Ana Amélia (PP-RS) na vice-presidência e o deputado federal Beto Rosado (PP-RN) como presidente. O evento ocorreu no Salão Nobre e contou com a presença de senadores e deputados, além dos representantes das associações do setor energético.

De acordo com o deputado Beto Rosado, a Frente Parlamentar irá trabalhar para que o governo adote um programa mais agressivo de pesquisa e inovação tecnológica, pela desoneração de tributos das cadeias produtivas, para melhorar os sistemas de transmissão e escalonar os leilões de energia, estabilizando o mercado de fornecedores de insumos.

Ele também defendeu a atualização do atlas de ventos, a retomada do financiamento do setor de energias renováveis pelo Fundo do Desenvolvimento do Nordeste, através da SUDENE, e mais incentivos para o crescimento do mercado livre, oferecendo condições de financiamento semelhantes aos das compras governamentais.

Para a senadora Ana Amélia, a frente terá um papel decisivo na tramitação de propostas voltadas para o setor no Congresso.

- Nosso trabalho será o de implementar políticas, através de iniciativas da Câmara e do Senado, para que os resultados sejam em beneficio de um maior crescimento do país e do seu desenvolvimento sustentável - destacou a parlamentar gaúcha, ressaltando também a importância de investimentos na eficiência energética.

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável tem a participação de 220 deputados e 13 senadores, além do apoio de oito associações do setor energético, entre elas, ABEEÓLICA, ABIAPE, ABIMAQ, ABRAGEL, ABRAVA, ABSOLAR, APINE E ÚNICA. Elas representam as fontes de energia eólica, solar, biomassa e de pequenas centrais hidrelétricas.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

11 de abr
Impactos de medidas ao setor calçadista serão debatidos em audiência no Senado
Preocupada com as consequências econômicas e sociais negativas para o setor calçadista brasileiro de uma possível redução do imposto de importação dos calçados esportivos, especialmente em relação à perda de empregos, a senadora Ana Amélia…

OCB lança Agenda Institucional 2018 de cooperativismo
A Agenda Institucional 2018 do Cooperativismo foi apresentada pela OCB nesta quarta-feira (11), pelo Sistema OCB, com propostas legislativas para alavancar o setor e garantir segurança jurídica aos cooperados. A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS), vice-presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo esteve no evento e destacou compromisso…

3 de abr
Congresso derruba veto ao Refis das micros e pequenas empresas
O Congresso derrubou nesta terça-feira (3) o veto ao projeto que instituía o Refis para micros e pequenas empresas. O  programa de refinanciamento, permitido às empresas que optaram pelo Simples, regime simplificado de tributação, havia sido aprovado pelo Senado no final de 2017.…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail