Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável é lançada no Congresso

14/10/2015 - Economia


Senadora Ana Amélia assumiu a vice-presidência, enquanto deputado federal Beto Rosado preside a Frente

Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável é lançada no Congresso

Foi lançada nesta quarta-feira (14), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável, que tem a senadora Ana Amélia (PP-RS) na vice-presidência e o deputado federal Beto Rosado (PP-RN) como presidente. O evento ocorreu no Salão Nobre e contou com a presença de senadores e deputados, além dos representantes das associações do setor energético.

De acordo com o deputado Beto Rosado, a Frente Parlamentar irá trabalhar para que o governo adote um programa mais agressivo de pesquisa e inovação tecnológica, pela desoneração de tributos das cadeias produtivas, para melhorar os sistemas de transmissão e escalonar os leilões de energia, estabilizando o mercado de fornecedores de insumos.

Ele também defendeu a atualização do atlas de ventos, a retomada do financiamento do setor de energias renováveis pelo Fundo do Desenvolvimento do Nordeste, através da SUDENE, e mais incentivos para o crescimento do mercado livre, oferecendo condições de financiamento semelhantes aos das compras governamentais.

Para a senadora Ana Amélia, a frente terá um papel decisivo na tramitação de propostas voltadas para o setor no Congresso.

- Nosso trabalho será o de implementar políticas, através de iniciativas da Câmara e do Senado, para que os resultados sejam em beneficio de um maior crescimento do país e do seu desenvolvimento sustentável - destacou a parlamentar gaúcha, ressaltando também a importância de investimentos na eficiência energética.

A Frente Parlamentar Mista em Defesa da Energia Renovável tem a participação de 220 deputados e 13 senadores, além do apoio de oito associações do setor energético, entre elas, ABEEÓLICA, ABIAPE, ABIMAQ, ABRAGEL, ABRAVA, ABSOLAR, APINE E ÚNICA. Elas representam as fontes de energia eólica, solar, biomassa e de pequenas centrais hidrelétricas.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25 de mai
Artigo no jornal NH:
Em artigo publicado no Jornal NH, de Novo Hamburgo, nesta quinta-feira (25), a senadora Ana Amélia (PP-RS) defendeu que o governo reveja medidas que oneram setores importantes da economia brasileira. "O Brasil com 14 milhões de desempregados não dá direito ao governo para aumentar esse contingente com decisões…

Senado aprova MP que permite saque das contas inativas do FGTS
O Plenário do Senado aprovou, nesta quinta-feira (25), a Medida Provisória 763/2016, que permite o saque dos recursos das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) sem a carência de três anos exigida pela lei.A senadora…

23 de mai
Irresponsabilidade da oposição penalizará 15 milhões de trabalhadores, alerta Ana Amélia
A promessa de líderes da oposição de que irão obstruir todas votações em protesto contra o governo penalizará 15 milhões de trabalhadores que ainda não efetuaram o saque das suas contas inativas do FGTS, alertou a senadora Ana Amélia (PP-RS)…

Governo vai analisar impactos da desoneração da folha no setor coureiro-calçadista
Em audiência nesta terça-feira (23), o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, solicitou ao presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Heitor Klein, estudo sobre o impacto da desoneração da folha de pagamento no setor coureiro-calçadista. A…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail