Escolhidos os jornalistas que receberão Prêmio Roberto Marinho

29/06/2016 - Geral


Prêmio reconhece jornalistas que tenham contribuído para o engrandecimento da profissão no país

Os jornalistas Caco Barcelos, Eliane Cantanhêde e Ricardo Boechat foram os escolhidos para receber o Prêmio Jornalista Roberto Marinho de Mérito Jornalístico, em 2016. A data da cerimônia de entrega ainda será marcada.

Criada em 2009, a premiação foi entregue pela primeira vez  pelo Senado no ano passado. O objetivo é reconhecer os jornalistas que tenham contribuído para o engrandecimento da profissão no país. O conselho responsável pela escolha dos homenageados é presidido pelo senador Cristovam Buarque (PPS-DF) e tem como vice-presidente a senadora Ana Amélia (PP-RS).

O jornalista e empresário Roberto Marinho, que dá nome ao prêmio, foi um dos brasileiros mais influentes do século 20. Em 1925, herdou do pai, Irineu Marinho, o jornal O Globo, e nas décadas seguintes ergueu o maior conglomerado de comunicação do país, com televisão, rádio, jornal impresso e serviços de informação e entretenimento na internet. Ele morreu em 2003, aos 98 anos.

Os agraciados

Caco Barcelos iniciou a carreira no jornal Folha da Manhã do grupo gaúcho Caldas Júnior. Estreou na TV em 1981, na equipe do Globo Repórter. Atualmente, é responsável pelo programa Profissão Repórter da TV Globo e é especialista em jornalismo investigativo.

Eliane Cantanhêde é formada em Jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB). Sua carreira jornalística teve início no Jornal do Brasil. Trabalhou também na revista Veja e atualmente é colunista da Globo News e do Estadão.

Ricardo Eugênio Boechat é começou a trabalhar na década de 1970 como repórter do extinto jornal Diário de Notícias. Trabalhou também no jornal O Globo. Foi diretor de jornalismo da rede Bandeirantes e atualmente trabalha como âncora na rádio BandNews FM e em telejornais da emissora.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

12 de jan
Lei que prevê ‘critério de simplicidade’ em ações criminais é sancionada
Foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (10)  a Lei 13.603/2018 , que prevê o critério da simplicidade como orientador em ações de natureza criminal. A simplicidade pressupõe que os processos devem reunir materiais…

22/12/2017

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail