Embrapa e Ibravin apresentam dados da produção de uva no Rio Grande do Sul

24/04/2017 - Agricultura


Senadora Ana Amélia participou do evento em Bento Gonçalves

Embrapa e Ibravin apresentam dados da produção de uva no Rio Grande do Sul

Dados da viticultura gaúcha nos últimos 20 anos, com os números detalhados de área das propriedades e dos vinhedos, cultivares por microrregião e por município e vinhedos por variedades fazem parte do Cadastro Vitícola 2013-2015, apresentado nesta manhã pela Embrapa Uva e Vinho e pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), em Bento Gonçalves. A senadora Ana Amélia (PP-RS) participou do evento realizada na sede da empresa de pesquisa no município da Serra.

O Cadastro Vitícola 2013-2015 é uma sistematização de informações dos vinhedos declaradas pelos viticultores do estado do Rio Grande do Sul. A edição apresenta, além de uma análise criteriosa sobre os dados cadastrais, mapas com a distribuição espacial dos vinhedos georreferenciados, informações históricas de dados e gráficos da viticultura gaúcha.

Segundo o presidente do Ibravin, Dirceu Scottá, o cadastro é fundamental para ter uma visão macro da produção de uvas no Estado, a fim de que as estratégias e políticas setoriais sejam assertivas. Essa realidade precisa ser monitorada permanentemente, segundo Scottá. O dirigente também reforça a importância de implantação dessa ferramenta em todos os estados produtores de uva. No Rio Grande do Sul, o levantamento de dados que alimentam o cadastro tem sido realizado desde 1995.

A pesquisadora e coordenadora do Cadastro Vitícola, Loiva Maria Ribeiro de Mello, disse que se constata uma mudança na viticultura no Estado, que está avançando para regiões mais planas, nas quais é possível a mecanização do cultivo. De acordo com a pesquisadora, a viticultura tradicional da Serra Gaúcha é essencialmente de agricultura familiar, instalada em pequenas propriedades de topografia acidentada. Agora, com o avanço do plantio na Serra do Sudeste, por exemplo, as propriedades possuem maior área de produção.

A senadora Ana Amélia declarou que esse mapa do setor é importante para analisar a produção de uvas no Estado e definir estratégias. Nos últimos anos, a produção de uvas, vinhos, espumantes e sucos de uva foi expandida para todo o RS. Lembrou do seu apoio ao setor em temas relevantes como no debate do Código Florestal, seguro rural e redução do IPI. Também renovou sua posição contra a retirada de direitos dos agricultores familiares na Reforma da Previdência.

Desde o ano 2000, a coordenação técnica do Cadastro Vitícola é realizada pela Embrapa Uva e Vinho, por delegação do Mapa. O projeto é financiado pela Embrapa e pelo Ibravin, com recursos do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura (Fundovitis) e conta com o apoio de outras instituições e entidades (sindicatos de produtores, Emater/RS e associações de produtores). A nova edição foi realizada pelas entidades promotoras, com o apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi-RS) e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Embrapa e Ibravin apresentam dados da produção de uva no Rio Grande do Sul

Com informações da Embrapa


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

14 de ago
CNA apresenta projeto para impulsionar setores estratégicos
Na visita da senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) à Confederação Nacional da Agricultura (CNA), nesta terça-feira (14), o presidente João Martins apresentou projetos para incrementar setores estratégicos da pecuária. Entre eles, o plano para tornar o Brasil um exportador de leite em pó. Ele informou que está…

7 de ago
Entidades ligadas à agricultura debatem MP com senadores
Agricultores familiares, filiados à Contag e Fetraece, foram recebidos pelo presidente do Senado, Eunício de Oliveira, nesta terça-feira (07) pedindo cuidado na análise da Medida Provisória (MP) 842/2018. A medida concede rebate para liquidação de operações de crédito rural do Pronaf. A senadora Ana Amélia…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail