Em vez da fusão de ministério A ou B, prioridade deve ser a crise na economia e na saúde, cobra Ana Amélia

18/05/2016 - Geral


Senadora citou o elevado índice de desempregados e o fechamento de 23 mil leitos nos últimos 5 anos

Em vez da fusão de ministério A ou B, prioridade deve ser a crise na economia e na saúde, cobra Ana Amélia

Em pronunciamento na tribuna, nesta quarta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que em vez da discussão sobre a fusão de ministério A ou B, o tema a ser debatido pelo Congresso com urgência é a criação de medidas em relação às quilométricas filas de emprego e ao fechamento de 23 mil leitos hospitalares na rede pública de saúde.

A parlamentar citou o índice de 11 milhões de desempregados, número que poderá chegar a 14 milhões em breve, a inflação de quase 10% e os problemas na saúde, onde nos últimos cinco anos houve redução de 13 leitos por dia no sistema público, segundo pesquisa do Conselho Federal de Medicina.

— Eu queria que as mobilizações para defender ministério A, B ou C fossem as mesmas para defender a saúde dos brasileiros, as mesmas para defender a

retomada do emprego das pessoas nas filas que fazem voltas nos quarteirões. Essa é a urgência da população. Não é correto de nossa parte discutirmos aqui o sexo dos anjos, quando o País está mergulhado nessa crise extremamente profunda — disse Ana Amélia.

Dinamismo da agropecuária

A senadora lembrou que o superávit da balança comercial brasileira — de 13 bilhões e 200 milhões de dólares de janeiro a abril último — é graças à agropecuária.

— É a lavoura que está salvando o país. Graças ao dinamismo no campo, a balança comercial brasileira apresentou um superávit de janeiro até abril, garantindo a estabilidade das nossas contas externas, numa fase muito crítica da economia — afirmou Ana Amélia.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Em vez de discutir ministério A ou B, devemos nos concentrar na crise do País, diz Ana Amélia


Mais notícias:

9 de nov
“Criminosos que destruíram fazenda na Bahia têm que responder pelos 100 desempregados”, defende Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) leu nesta quinta-feira (9), no Plenário do Senado, uma carta que recebeu de Rogério Aranibar, funcionário do grupo Igarashi cuja planta, em Correntina, no Oeste da Bahia, foi destruída por criminosos…

8 de nov
Congresso derruba um veto de Temer e mantém outros três
O Congresso rejeitou nesta quarta-feira (8) o veto do presidente Michel Temer a uma lei que convalida incentivos concedidos a empresas pelos governos estaduais. Outros três vetos foram mantidos pelos parlamentares, e cinco serão votados em nova sessão conjunta, marcada para dia 22…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail