Em 10 anos de Lei Seca mais de 40 mil vidas foram salvas

19/06/2018 - Geral


Em discurso no Plenário Ana Amélia lembrou dos avanços da lei

Em 10 anos de Lei Seca mais de 40 mil vidas foram salvas

A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) citou em pronunciamento no Plenário nesta terça-feira (19) estudo da Escola Nacional de Seguros que indica que, depois da entrada em vigor da Lei Seca, em 2008, 40 mil vidas foram poupadas pela proibição de dirigir após o consumo de bebida alcoólica. O estudo aponta ainda que a lei evitou que outras 235 mil pessoas ficassem inválidas nesses 10 anos.

No Rio Grande do Sul, segundo a senadora, em 2008 houve 1,9 mil mortes. Já em 2017, foram 1,7 mil óbitos no trânsito. De acordo com ela, a redução pequena mostra que é preciso mais que uma lei para acabar com as mortes no trânsito provocadas por motoristas embriagados.

— É preciso, sobretudo, a consciência de cada um em saber que, ao ultrapassar a velocidade, ao não respeitar os sinais de trânsito, ao dirigir embriagado ou sob efeito de qualquer outra droga, ele está sim colocando em risco não apenas a sua vida, mas a vida de quem está naquela rodovia, ou naquela estrada ou naquela via pública. 

Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

25 de jan
Em vídeo nas redes sociais, Ana Amélia se despede do Senado
A senadora gaúcha Ana Amélia (Progressistas) divulgou vídeo nesta sexta-feira (25) despedindo-se do mandato no Senado Federal. A partir de março a parlamentar assume a Secretaria Extraordinária de Assuntos Federativos e Internacionais do Rio Grande do Sul. No vídeo, Ana Amélia mostra o…

23 de jan
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail