Efeito perverso dos crimes praticados é razão suficiente para votar pelo impeachment, diz Ana Amélia

05/07/2016 - Geral


Efeito perverso dos crimes praticados é razão suficiente para votar pelo impeachment, diz Ana Amélia

Na reunião da Comissão Especial do Senado, nesta terça-feira (5), na qual foram ouvidos técnicos responsáveis pela perícia em relação ao processo, a senadora Ana Amélia (PP-RS) reafirmou sua posição a favor do impeachment da presidente afastada, Dilma Rousseff. A parlamentar disse que os crimes praticados pelo governo anterior colocaram o país na atual situação, na mais profunda e aguda crise social, econômica, política e ética.

— A perícia, com muita precisão, identificou os crimes cometidos e nós iremos julgar a causa desses delitos. Nesse julgamento é que nós iremos encontrar as razões pelas quais o país chegou à situação que está hoje — disse.

Ao falar sobre a crise, Ana Amélia ressaltou que a corrupção e os crimes praticados pelo governo da presidente afastada resultaram na destruição do setor energético, em mais de 11 milhões de desempregados, em inflação alta, juros estratosféricos e nenhuma previsão de crescimento.

— O governo propôs fazer do Brasil uma Pátria Educadora, mas a educação hoje está pagando um preço amargo, com a queda de todos os programas importantes para a juventude brasileira — acrescentou.

O relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) deverá ser votado na comissão no dia 4 de agosto.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Efeito perverso dos crimes praticados é razão suficiente para votar pelo impeachment, diz Ana Amélia


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail