"Dizer que senadores não têm moral para julgar Dilma é acusação grave", afirma Ana Amélia

26/08/2016 - Geral


Senadora gaúcha respondeu declarações de parlamentar petista

Ao comentar as declarações da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), nesta quinta-feira (25), a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que “afirmar que nenhum senador tem moral para julgar a presidente afastada é questão grave”. A parlamentar gaúcha reagiu ao comentário feito durante o julgamento definitivo da presidente afastada, Dilma Rousseff.

— Não estou sendo processada. Tenho autoridade conferida por 3,4 milhões de eleitores gaúchos. É preciso ter respeito. E a senadora Gleisi Hoffmann precisa dar nome aos bois — disse Ana Amélia.

Em sua declaração no Plenário, ainda pela manhã, Gleisi afirmou que não havia “ninguém com condições para julgar ninguém” e questionou “qual a moral do Senado para julgar uma presidente da República”.

Após a fala de Ana Amélia, à noite, Gleisi disse que não retirava suas acusações e foi repreendida pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Ricardo Lewandowski, que comanda o julgamento. O ministro disse que “essa expressão não é admissível num julgamento”.

Ana Amélia anunciou no dia seguinte, no retorno dos trabalhos para ouvir as testemunhas, que irá recorrer ao Conselho de Ética do Senado para que os parlamentares que afirmam que os demais não têm moral para julgar indiquem a quem estão se referindo.

— Não podemos levantar suspeitas sobre um colegiado com essa responsabilidade — disse Ana Amélia.


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


"Dizer que senadores não têm moral para julgar Dilma é acusação grave", diz Ana Amélia


Mais notícias:

18 de ago
Em Nova Hartz, Ana Amélia recebe demandas do setor calçadista
Em roteiro no Vale dos Sinos nesta sexta-feira (18), a senadora Ana Amélia (PP-RS), esteve reunida em Nova Hartz com o prefeito, Flavio Jost, e representantes do setor calçadista que apresentaram os principais desafios enfrentados para empreender. A mais insistente demanda é que…

16 de ago
TRE-RS conclui estudo sobre o impacto do rezoneamento eleitoral no estado
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS), desembargador Carlos Marchionatti, comunicou à senadora Ana Amélia (PP-RS), nesta quarta-feira (16), que foi concluído memorial detalhando como o rezoneamento previsto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) prejudicará os eleitores gaúchos…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail