Diretor-geral da Organização Mundial do Comércio apresenta expectativas para a Rodada de Doha

28/05/2015 - Agricultura


Comitiva brasileira foi recebida por Roberto Azevêdo em Genebra nesta quinta-feira

Diretor-geral da Organização Mundial do Comércio apresenta expectativas para a Rodada de Doha

Em reunião na Organização Mundial do Comércio (OMC), nesta quinta-feira (28), o diretor-geral Roberto Azevêdo apresentou à ministra da Agricultura, Kátia Abreu, as expectativas para a Rodada de Doha. O plano na OMC é concluir as negociações relativas a barreiras comerciais em dezembro, na conferência de ministros em Nairobi (Quênia).

Presidente da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) do Senado, a senadora Ana Amélia (PP-RS) acompanhou o debate. Os senadores Lasier Martins (PDT-RS) e Antonio Anastasia (PSDB-MG) e o deputado federal Valdir Colatto (PMDB-SC) também participaram da reunião na OMC. A comitiva brasileira foi recebida pelo embaixador brasileiro na OMC, Marcos Galvão.

Kátia Abreu deixou claro que o Brasil está pronto para a negociação final, mas insistiu que o foco central é a agricultura. A ministra enfatizou a importância de avançar nos três pilares da negociação agrícola, que são acesso a mercado e redução de subsídios a exportação e de subsídios domésticos bilionários em mercados ricos.

Depois do encontro com Roberto Azevêdo, a ministra recebeu os embaixadores da Índia, China, África do Sul e Rússia, que integram o grupo dos Brics. A ministra Kátia fez um relato do protagonismo da agropecuária brasileira e recebeu apoio dos países membros deste grupo com a agenda da agricultura.

A representante da Índia mostrou ceticismo em relação à possibilidade de avanços na Rodada Doha, lembrando a complexidade do processo. Segundo ela, não há clareza sobre as demandas dos grande países. Mesma posição foi tomada pela África do Sul, enquanto Rússia e China se mostraram mais otimistas em relação a avanços nesse processo.

O embaixador chinês apresentou mensagem especial do ministro da Agricultura do país, que esteve na semana passada em Brasília integrando a comitiva oficial do primeiro-ministro ao Brasil. Todos elogiaram muito o trabalho do embaixador brasileiro na OMC, Marcos Galvão. Em seguida, a ministra recebeu os embaixadores da Austrália, Nova Zelândia, Japão, EUA, União Europeia, Argentina e Quênia.

Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

24 de abr
Embrapa e Ibravin apresentam dados da produção de uva no Rio Grande do Sul
Dados da viticultura gaúcha nos últimos 20 anos, com os números detalhados de área das propriedades e dos vinhedos, cultivares por microrregião e por município e vinhedos por variedades fazem parte do Cadastro Vitícola 2013-2015, apresentado nesta manhã pela…

19 de abr
 Agricutura familiar estará no Censo Agropecuário, diz presidente do IBGE
A agricultura familiar não ficará fora do Censo Agropecuário 2017. A informação foi dada pelo presidente do IBGE, Paulo Rabello de Castro. Durante audiência na Comissão de Agricultura e Reforma Agrária, requerida pela senadora Ana Amélia (PP-RS), o presidente adiantou que serão…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail