Contrabando gera prejuízos à economia nacional

26/09/2017 - Geral


Governança na fronteira foi debatida em evento como alternativa de combate ao mercado ilegal

Contrabando gera prejuízos à economia nacional

O prejuízo do contrabando aos cofres públicos brasileiros chega a R$ 100 bilhões por ano. Grande parte do mercado ilegal entre pelas fronteiras do país com dez nações do continente. O problema foi tema do seminário Governança para Fronteiras, promovido pelo Tribunal de Contas da União (TCU), nesta segunda-feira (25).

Na abertura do evento, a senadora Ana Amélia (PP-RS) destacou que as instituições brasileiras com atuação na fronteira devem atuar integradamente para barrar o contrabando. Para a parlamentar gaúcha, a governança nessas áreas é essencial para o bom uso de recursos públicos.

— Esse mercado ilegal compromete a economia, a saúde dos brasileiros e os investimentos. Nossa fronteira é um queijo suíço. Entre os desafios do país, estão o monitoramento e avaliação de ações já implementadas e compartilhamento de informações com autoridades internacionais. O Brasil tem fronteira com dez países. A governança é essencial para, sempre escasso — destacou.

O TCU realizou auditoria para avaliar as políticas públicas em fortalecimento da faixa de fronteira, que compreende 11 Estados da federação. Essa região corresponde a aproximadamente 30% do território nacional e se estende por 150 km de largura ao longo dos 17 mil km de extensão da fronteira terrestre brasileira.

O trabalho apresentado, no fim de 2016, confirmou a constatação de auditorias anteriores que demonstraram os efeitos da desarticulação de políticas públicas aplicadas à região. Também são recorrentes a pulverização de recursos em investimentos com baixa conexão e a execução de projetos fragmentados, com o consequente impacto negativo na geração de emprego e renda.

Contrabando gera prejuízos à economia nacional


Fonte: Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

Hoje
Lei que destina recursos a programa de eficiência energética é sancionada
Foi aprovada Lei 13.280/2016, que reserva 20% dos recursos das empresas de energia elétrica destinados à eficiência energética para aplicação no Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). O programa promove a racionalização do consumo, por meio de…

21/12/2018
Leis aprovadas e 70% de economia: Ana Amélia faz balanço da sua atuação no Senado
Cinco leis e uma emenda constitucional em vigor, mais de 100 projetos apresentados e 480 propostas relatadas. Os dados fazem parte do balanço apresentado pela senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) na tribuna sobre os oito anos de…

Ana Amélia é anunciada para comandar a Secretaria de Relações Federativas e Internacionais do RS
A senadora Ana Amélia (Progressistas-RS) foi anunciada na tarde desta sexta-feira (21), em Porto Alegre, como futura secretária de Relações Federativas e Internacionais do Governo do Rio Grande do Sul. A parlamentar aceitou convite do governador eleito,…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail