Conselho anuncia homenageadas com Comenda Dorina Nowill

07/07/2015 - Geral


A premiação, que tem sua primeira edição neste ano, ocorrerá no dia 24 de setembro

Conselho anuncia homenageadas com Comenda Dorina Nowill

Os senadores que integram o Conselho da Comenda Dorina Gouveia Nowill definiram nesta terça-feira (7) as homenageadas por sua contribuição à causa das pessoas com deficiência. A premiação, que tem sua primeira edição neste ano, ocorrerá no dia 24 de setembro em sessão especial no Plenário do Senado.

As premiadas com a comenda são a socióloga Aracy Maria de Silva Lêdo, presidente da Federação Nacional das Apaes; a assessora parlamentar Loni Elisete Manica, especialista em educação de pessoas com deficiência; a deputada federal Mara Gabrilli (PSDB-SP), tetraplégica, primeira secretária municipal da Pessoa com Deficiência em São Paulo e relatora do recém-sancionado Estatuto da Pessoa com Deficiência; a ex-deputada federal Rosinha da Adefal (PTdoB-AL), que perdeu o movimento das pernas devido à poliomelite, atual secretária da Mulher e dos Direitos Humanos de Alagoas; a servidora do Senado Solange Calmon, criadora e apresentadora do programa Inclusão, da TV Senado; e Maria Luiza Costa Câmera, ex-membro do Comitê Internacional de Mulheres com Deficiência.

As seis homenageadas foram selecionadas a partir de 14 indicações feitas pelos senadores. Pelas regras, devem ser escolhidas cinco homenageadas por ano, mas foi aberta uma exceção devido a um empate entre duas indicadas.

- Nossa intenção é dar um espaço especial e revelar para o país a luta em defesa das pessoas com deficiência e as pessoas que se destacaram nessa luta, algo que passa por grande invisibilidade na sociedade - disse a senadora Lídice da Mata (PSB-BA), idealizadora da comenda.

Lídice foi eleita presidente do conselho neste ano, com o senador Romário (PSB-RJ) como vice.

Homenagem a Dorina Nowill

O conselho também decidiu homenagear in memoriam a própria Dorina Gouveia Nowill, que dá nome à premiação.

Dorina Gouveia Nowill perdeu a visão aos 17 anos de idade, mas nunca deixou que a deficiência interrompesse sua carreira profissional. Em uma época em que livros em braile eram raros, ela continuou os estudos e formou-se como professora primária. Posteriormente, continuou seus estudos na Universidade Columbia, nos Estados Unidos. Foi presidente do então Conselho Mundial para o Bem-Estar dos Cegos (hoje União Mundial dos Cegos). Ela criou a Fundação Dorina Nowill, voltada para ajudar deficientes visuais. Dorina Nowill faleceu em São Paulo em 2010, aos 91 anos.

- Dorina foi uma jovem que, sendo uma pessoa com deficiência, dedicou sua vida, seu trabalho, para ressaltar a importância da conquista de direitos. Nós escolhemos o seu nome como símbolo da luta da pessoa com deficiência - disse a senadora.

Integram o Conselho da Comenda Dorina Nowill, além de Lídice e Romário, Ana Amélia (PP-RS), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Cristovam Buarque (PDT-DF), Eduardo Amorim (PSC-SE), Elmano Férrer (PTB-PI), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), José Agripino (DEM-RN), José Medeiros (PPS-MT), Lindbergh Farias (PT-RJ), Magno Malta (PR-ES), Marcelo Crivella (PRB-RJ), Otto Alencar (PSD-BA) e Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM).


Fonte: Agência Senado e Assessoria de Imprensa


Mais notícias:

Hoje
O Brasil é uma nação sem consciência da sua própria grandeza e das riquezas presentes em seu território. A afirmação foi feita pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, em audiência pública nesta quinta-feira (22) na Comissão…

21 de jun
Ana Amélia questiona decisão de Fachin de retirar do juiz Moro investigação contra Lula
A senadora Ana Amélia (PP-RS) cobrou, nesta terça-feira (20), explicações do ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, sobre a decisão de retirar da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde tramitam os processos da Operação Lava Jato sob…

CCJ votará PEC que altera processo de escolha de ministros do STF na próxima semana
A Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) adiou, para a próxima semana, a votação de um conjunto de 12 propostas de emenda à Constituição (PECs) que modificam o processo de escolha dos ministros do Supremo…

Crise é gravíssima e exige responsabilidade dos líderes de todos poderes, alerta Ana Amélia
A senadora Ana Amélia (PP-RS) manifestou a sua preocupação com os desdobramentos da crise que o país atravessa, sobretudo quando a questão é analisada sob a ótica do funcionamento e autonomia das instituições e dos poderes…

Acompanhe NOSSO TRABALHO
nas redes sociais

Receba novidades e informações no seu e-mail